Darkside  

Voltar   Darkside > Darkside > Comunidade

Responder
 
Thread Tools
intel
♥ Emma Stone
 

17-11-09, 16:20 #76
Quote:
Postado por Baron Mostrar Post
Esse negócio de cinta é muito século XV.

Em plena era das bombas nucleares, snipers e explosivos plásticos é simplesmente ridículo ainda usarmos cinta.
realmente, moleque que leva metralhadora pra escola merece tomar uma surra de double dildo.





intel is offline   Reply With Quote
Lev
Trooper
 

17-11-09, 16:20 #77
tbm acho Baron, por isso usarei armas de choque, gás de pimenta e bombinha de gas lacrimogênio

Lev is offline   Reply With Quote
Fura Olho
wat
 

XFIRE ID: EmB_FuraOlho Steam ID: gustavomartino
17-11-09, 17:10 #78
bom
gracas a esse topic e observacoes do quadro geral a respeito do assunto, concluo q as pessoas (pais ou futuros pais) q consideram a violencia como uma opcao agem assim pois nao se informam o suficiente pra fundamentar a decisao
ou seja, concordam com o uso pq ACHAM q eh uma opcao (por n fatores), e nao pq aprofundaram o conhecimento e decidiram assim

a situacao eh triste, pois os fundamentos a respeito do assunto sao riquissimos, alem de serem informacoes de facil acesso, o q me leva a crer q as pessoas pensam assim por pura falta de interesse e/ou por falta de nocao das proprias responsabilidades e/ou por falta da nocao da importancia da postura dos pais no desenvolvimento dos filhos

os padroes familiares se repetem (mesmo os destrutivos) pq, apesar de todos disporem das ferramentas pra desenvolver a propria identidade, continuam repetindo o q observam sem um minimo de analise critica. acabam assim compondo uma massa disforme, estagnada e subaproveitada: o famigerado exercito de zebras

eis a triste constatacao: as pessoas QUEREM ser assim

acho bem louco o paradoxo de decidir ser automato. considero isso um legitimo autoestupro sodomita, pois a pessoa violenta a propria personalidade e ainda gosta
vai entender......

PRA QUEM NAO QUISER LER TUDO:
observem q interessante as interacoes e desdobramentos nesse topic, q trata sobre o uso da violencia na criacao infantil e suas possiveis consequencias na vida adulta. seria lindo se nao fosse triste.

Fura Olho is offline   Reply With Quote
lol
 

PSN ID: dasouzaj Steam ID: davihey
17-11-09, 17:19 #79
Velho, eu apanhava quando era criança, não era surra por qualquer coisa, e só quem me batia era minha mãe, meu pai me bateu só 1x, e na minha concepção, eu mereci.

Serviu mt bem pra minha educação, não era surra de machucar, não era soco na boca nem tapa na cara.. Era umas palmadas de mãe mesmo pra largar a mão de ser mal-criado, e acho que valeu e mt a pena!

Hoje em dia a-do-ro umas palmadas, vem ni mim =*


Ps. Fura, adorei seu post, li só o ultimo paragrafo! HUE =*

lol is offline   Reply With Quote
Lev
Trooper
 

17-11-09, 17:29 #80
Fura, sua conclusão é muito DEFASADA.

Primeiro, voce fala "consideram a violência": já começou errado. Não é violência. Se pra voce é violência, para mim e para outros é amor. Disciplinar um filho é mostrar o quanto voce ama ele e que voce realmente quer que ele aprenda de fato. Voce citou no seu post inúmeras vezes a palavra violência, e não é isso, voce está com um pré-conceito formado.

Também acredito que ao contrário do que voce falou, muitos usam essa opção por realmente acreditar na sua eficiência e importância, não só por desconhecerem outros métodos, mas sim por acreditar na sua finalidade. Conheço uns amigos doutores da minha irmã por exemplo, ambos com alto nivel de escolaridade, que defendem até o ultimo minuto isso. Assim como na maioria das casas de classe baixa a gente sabe que rola os tapão na orelha da mulecada.

Lev is offline   Reply With Quote
intel
♥ Emma Stone
 

17-11-09, 17:32 #81
os posts do Fura deveriam vir com a seguinte formatação:

1) Parágrafo de introdução ou Resumo
2) link de "Leia mais..."
3) ??????
4) Profit!

tem que achar um vídeo do Prates falando a respeito do lance da UNIBAN tb... ahuehuaehuae

intel is offline   Reply With Quote
Capyvara
Trooper
 

17-11-09, 17:33 #82
Falou bem Fura, note que isso acontece com muitas outras coisas, como religião, a grande maioria simplesmente segue a dos pais cegamente.

A alguns anos aprendi a questionar as coisas, inclusive minhas próprias crenças. Posso dizer que foi a melhor coisa que fiz em minha vida, aprendi a ver o mundo de um ponto de vista totalmente diferente e novo do que quando via as coisas somente pelo meu mundinho particular.

Capyvara is offline   Reply With Quote
diferent
Trooper
 

17-11-09, 17:38 #83
Basicamente é assim.
Toda casa deve ter uma hierarquia e se vc nao mostrar quem é que manda eles dificilmente respeitarao vc.

Aqui em casa sempre rola os tapão na orelha da mulecada.

diferent is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
17-11-09, 18:13 #84
Legal que todo mundo usa os termos "disciplinar", "respeito", "amor", "educação", "hierarquia". Que lindo.

Só que até agora ninguém conseguiu associar essas lindas palavras com "bater no filho". Pelo menos não de forma coerente.

Dizer que apanhou na infância e hoje não é um assassino/estuprador/psicótico/supervilão/fã de calypso não quer dizer nada. Pessoas que apanharam na infância podem muito bem se tornarem esse tipo de escória. Aliás, é muito mais possível. Eu também apanhei na infância e hoje me considero uma pessoa bem instruída, mas não por ter apanhado. Pelo contrário, APESAR de ter apanhado.

Bater não constrói respeito, só impede que isso aconteça. Representa falta de argumento, falta de autocontrole, falta de discernimento. Querer impor respeito e educar com um tapa? Pelo amor de deus, o que é que se ensina com isso? No MÁXIMO, na MELHOR das hipóteses, o tapa entra como reforço negativo. E isso não é educação, é condicionamento. Não existe valor em um tapa, não existe moral, não existe nada. Ou seja, se o pai der uma educação boa pro seu filho, baseada em argumentação, exemplo, coerência, pode até ser que o fato de ele dar um tapa ocasional não seja tão prejudicial, mas podem ter certeza de que bem não faz. O filho pode crescer tendo respeito pelo pai e assumindo que teve uma educação paterna ótima, e até mesmo incluir o castigo físico nisso. Mas a verdade é que ele poderia continuar tendo uma ótima educação, ou uma até melhor, sem o castigo físico ocasional.

Eu posso até entender que alguns aqui tenham tamanho respeito pelos pais a ponto de serem gratos por tudo que eles fizeram, incluindo os tapas (não é meu caso), e pra essas pessoas deve ser complicado ir de encontro com valores tão tradicionais e afetivos, então é mais fácil atacar o "papinho de psicologia barata", principalmente quanto não é você quem faz esse curso e você não perde seu tempo estudando isso. Mas o meu ponto está aí, e eu acho que eu já deixei claro, mais do que o bastante. Não vou entrar em termos técnicos aqui na DS, e nem vou dar uma de Ice e me vangloriar por isso (leia-se me envergonhar). A quem se interessar, eu posso recomendar leituras específicas que explicam de forma muito mais concisa o meu argumento.

Sem mais, por enquanto.

Conrado is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
17-11-09, 19:17 #85
Eu acho que enquanto vcs nao definirem alguns pontos, vai ficar uma argumentacao meio em paralelo.

Alguns pontos que eu acho fundamentais:

- o tapa é digital ou analogico? tanto faz um peteleco mais animado quanto uma havaiana de pau?

- Frequencia? tanto faz levar um tapa 1x por ano ou 1x por hora?

- Intencao? Vc deu o tapa so pra se vingar/punir/amedrontar ou dentro do contexto do momento vc sabia que seria assimilado de uma maneira util?

No mais achei esse ultimo post do conrado bem legal, seria legal se mais gente, especialmente as que tem filhos, contassem sua experiencia.

Ou nao

Jeep is offline   Reply With Quote
marconds
PHD em Dota 2
 

17-11-09, 19:51 #86
Quote:
Postado por Conrado Mostrar Post
Legal que todo mundo usa os termos "disciplinar", "respeito", "amor", "educação", "hierarquia". Que lindo.

Só que até agora ninguém conseguiu associar essas lindas palavras com "bater no filho". Pelo menos não de forma coerente.
Ok, ignorar o argumento dos outros não conta como ponto a seu favor em uma discussão.

Quote:
Postado por Conrado Mostrar Post
Dizer que apanhou na infância e hoje não é um assassino/estuprador/psicótico/supervilão/fã de calypso não quer dizer nada. Pessoas que apanharam na infância podem muito bem se tornarem esse tipo de escória. Aliás, é muito mais possível. Eu também apanhei na infância e hoje me considero uma pessoa bem instruída, mas não por ter apanhado. Pelo contrário, APESAR de ter apanhado.
É muito mais possível? Depende velho, principalmente do nível de surra que o cara levava e a motivação por detrás da palmada. Agora vejamos, quantos delinquentes/infantilóides/sem-limites/descivilizados são criados por não terem levado uma palmada sequer na vida? Olha que eu acho que o número é BEM maior... Então, não é com palmada que se cria um marginal e não é deixando de bater que se cria um santo.

Quote:
Postado por Conrado Mostrar Post
Bater não constrói respeito, só impede que isso aconteça. Representa falta de argumento, falta de autocontrole, falta de discernimento. Querer impor respeito e educar com um tapa? Pelo amor de deus, o que é que se ensina com isso? No MÁXIMO, na MELHOR das hipóteses, o tapa entra como reforço negativo. E isso não é educação, é condicionamento. Não existe valor em um tapa, não existe moral, não existe nada. Ou seja, se o pai der uma educação boa pro seu filho, baseada em argumentação, exemplo, coerência, pode até ser que o fato de ele dar um tapa ocasional não seja tão prejudicial, mas podem ter certeza de que bem não faz. O filho pode crescer tendo respeito pelo pai e assumindo que teve uma educação paterna ótima, e até mesmo incluir o castigo físico nisso. Mas a verdade é que ele poderia continuar tendo uma ótima educação, ou uma até melhor, sem o castigo físico ocasional.
Peraí, acho que tu nunca lidou com criança né. Criança até entende lógica mas quando ela não quer ela simplesmente ignora a lógica e fica com birra. E aí, o que tu faz? Fica fazendo as vontades? Fica tentando conversar até ver se ela decide fazer o que tu sabe que é certo? Pelo amor de deus, uma palmada não é um soco com toda a força. Não é uma facada. Não vai matar, não vai traumatizar. Vai EDUCAR. Não existe outro termo pra isso.

Quote:
Postado por Conrado Mostrar Post
Eu posso até entender que alguns aqui tenham tamanho respeito pelos pais a ponto de serem gratos por tudo que eles fizeram, incluindo os tapas (não é meu caso), e pra essas pessoas deve ser complicado ir de encontro com valores tão tradicionais e afetivos, então é mais fácil atacar o "papinho de psicologia barata", principalmente quanto não é você quem faz esse curso e você não perde seu tempo estudando isso. Mas o meu ponto está aí, e eu acho que eu já deixei claro, mais do que o bastante. Não vou entrar em termos técnicos aqui na DS, e nem vou dar uma de Ice e me vangloriar por isso (leia-se me envergonhar). A quem se interessar, eu posso recomendar leituras específicas que explicam de forma muito mais concisa o meu argumento.

Sem mais, por enquanto.
Só uma coisa né Conrado que eu acho que tu tem que concordar comigo. Infelizmente nós somos mais animais do que gostaríamos que fóssemos. Nem tudo é um mundo feliz e encantado da lógica onde uma boa argumentação resolve. Nós somos seres dotados de um antagonismo brutal e estamos o tempo todo nos contradizendo. Por vezes, seres de uma lógica irracional. Se tu tem tanto problema com uma palmada educativa assim talvez o problema não esteja na palmada, mas sim em ti.

marconds is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
17-11-09, 23:49 #87
Acho engraçado você dizer duas coisas no mesmo argumento:

- uma criança não entende lógica, então a única forma de fazê-la entender, no caso de birra, é uma palmada

- nós todos somos mais animais do que gostaríamos que fôssemos

Se isso fosse verdade, as pessoas se socariam diariamente, já que comportamento queixoso é uma coisa diária. Todo mundo tem atitudes que não agradam alguém.

A questão da criança ignorar a lógica e insistir na birra é simples. Ignore-a. A criança tá te ignorando, então você ignora ela também. Ora essa. Ah, você quer ficar aí gritando ao invés de me ouvir? Ok. Vamos ver o que você consegue com isso. Falou aí.

Se você estiver em local público e ficar com vergonhazinha do seu brilhoso rebento chorando e catarrando enquanto todo mundo olha pra sua cara e se pergunta porque você ainda não sentou a mão na cara do pivete pra ver se ele fecha a matraca, você tem duas escolhas:

1 - educar seu filho de uma forma que funcione e não traumatize

2 - dar uma "palmada educativa" e ganhar o respeito do povão que leu em média 3 livros na vida toda e, por conta disso, é o ápice absoluto da sabedoria humana

Pelo amor, né, bater na criança pra ela ficar quieta? A criança tem liberdade de expressão, ela pode gritar o quanto quiser. É muito mais eficiente mostrar pra uma criança desde cedo que a birra é um comportamento socialmente aversivo e que a única coisa que ela vai conseguir com isso é ser ignorada, do que bater e desencadear um milhão de possíveis conclusões, sendo mais de 98% delas deturpadas e incoerentes.

Sobre os delinquentes/infantilóides/sem-limites/descivilizados, não tem a ver com falta de bater. Não se engane, mais de 90% dos pais batem nos filhos, e essa porcentagem só aumenta à medida que a classe social desce. Se bater adiantasse, a favela não seria o lugar mais perigoso do braZil. Um filho infantilóide e sem limite tem a ver com criação sem valores morais, exemplo e coerência. São coisas, de longe, mais importantes do que uma palmada.

Em nenhum momento argumentei como se estivessem defendendo o espancamento aqui. Eu sei muito bem que não é um super-soco, não é uma facada, não vai matar, e pode até não traumatizar (pouco provável). Mas EDUCAR, com certeza não vai. Na MELHOR das hipóteses, vai simplesmente condicionar. E condicionamento sozinho é a mesma coisa que merda nenhuma.

Por favor, não tente direcionar a discussão pra mim com comentários do tipo "ah acho que o problema é voce". Eu sei muito bem dos meus problemas, não preciso que você me indique eles, e pode ficar tranqüilo que eu os mantenho bem longe das minhas argumentações.

Conrado is offline   Reply With Quote
Fura Olho
wat
 

XFIRE ID: EmB_FuraOlho Steam ID: gustavomartino
18-11-09, 00:36 #88
lev
deixa eu ver se entendi
minha conclusao eh defasada pq agressao nao eh violencia, mas amor? q tipo de falacia louca eh essa?
disciplina nada tem a ver com violencia. SIM, VIOLENCIA. consulte um dicionario e descubra pq

o ato de disciplinar eh exatamente o q eu falei anteriormente: GUIAR
os pais sao guias, instrutores e devem inspirar pelo exemplo pra crianca se sentir motivada a seguir o q foi ensinado.
tem gente q acha estranho uma crianca crescer num ambiente saudavel (leia-se sem violencia evidente) e depois se tornar um bandidao do mal, mas a matematica eh simples: se os pais nao ensinaram adequadamente e nao serviram como exemplos/modelos a serem seguidos, a crianca buscara outros modelos a qual se identifique ate encontrar algum. esse algum pode ser o traficante delinquente da vizinhanca, por exemplo.
alguns pais nem vao pro cara ou coroa: a crianca fica tao perdida e descrente q pega o primeiro modelo de inspiracao q aparecer na frente

quem considera o uso da VIOLENCIA (fisica e emocional) deve ter em mente q ela nao eh um METODO DE ENSINO, mas uma FERRAMENTA DE COACAO. utiliza-la eh uma OPCAO q os pais fazem, seja por falta de compromisso e/ou por falta de nocao. essa ferramenta eh extremamente eficiente dentro da sua finalidade, q eh COAGIR a crianca de forma PALIATIVA, mas tem impacto devastador proporcional a sua frequencia e amplitude. eficiente "cala a boca e fica quieto", PESSIMO "aprenda isso q estou te ensinando"

imagina q legal seria se a violencia fosse metodo de ensino? os cursinhos pre-vestibular seriam em ringues, com trogloditas distribuindo socos nos alunos no final de cada explicacao. "...e eh por isso q o new deal foi fundamental na geopolitica americana." SOC! SOC! CRASH! AHHHH! SOC!! SOC!! depois todo mundo empatando em primeiro no vestibular de medicina

logo, informe-se e sedimente melhor seus conceitos antes de dizer q meu embasamento eh defasado
os seus, alem de distorcidos, sao dos tempos da minha avo

jeep
eu ja respondi essas questoes no meu post gigante q ninguem leu heuaheuahhaeu
os danos pelo uso da violencia afetam diretamente o discernimento, percepcao e capacidade de julgamento da crianca: papai me bate toda vez q mexo no som da sala pq ele nao gosta; bato na minha irma qdo ela mexe no meu carrinho pq nao gosto; papai me bate qdo bato na minha irma. wtf?; bati na minha irma pq ela mexeu no meu som e mesmo assim papai me bateu. wtf?; mamae mexeu no som e papai nao bateu nela; minha irma mexeu no som e papai bateu nela. wtf?

RESUMO
os pontos fundamentais q os pais precisam saber em relacao ao uso da violencia:
- violencia fisica e/ou emocional causam danos proporcionais a frequencia e amplitude do ato;
- chantagem emocional eh a violencia mais perversa, pois fica mascarada no nao uso da forca e os danos dificilmente serao detectados e revertidos no futuro (principalmente os somatizados);
- usar a violencia demonstra uma POSTURA diante de uma situacao (eh assim q eu faco), e nao uma licao (aprenda isso);
- demonstracoes de raiva, tristeza e revolta pela crianca nao sao afrontas a autoridade dos pais, mas manifestacoes normais de frustracao. os pais NAO DEVEM punir isso, mas demonstrar q existem formas melhores de lidar com isso;
- os pais DEVEM demonstrar maturidade ao resolver questoes delicadas com a crianca, e nao se comportar igual a ela (gritar qdo ela grita, por ex);

A ESSENCIA DA EDUCACAO INFANTIL:
- os pais precisam ensinar pra crianca q a dinamica da vida gira em torno da proporcionalidade entre onus e bonus, e q gracas a isso ela precisara se dedicar e se esforcar pra conseguir o q deseja;
- guiar a crianca nao significa determinar qual caminho ela deve seguir, e sim deixar q ela siga seu proprio caminho podando todos os VICIOS SOCIAIS de acordo com ensinamentos claros e coerentes;
- amor, respeito e confianca nao sao impostos, e sim desenvolvidos e consequentemente conquistados;
- os pais devem ensinar a crianca a conhecer e respeitar a si mesma pra, assim, saber se adaptar ao caos do mundo a sua propria forma;
- a crianca precisa desenvolver a consciencia de q soh ela mesma consegue interferir decisivamente na propria vida;
- castigo (consequencia) eh mais efetivo pra corrigir um desvio (acao) do q "dar palmadinhas"(postura).

esse resumo sintetiza de forma bem objetiva o q eh dito em varios livros a respeito do assunto

e nao, eu nao considero apenas suas proprias experiencias (o q vcs ACHAM) e/ou opiniao da maioria (o q mta gente ACHA) como fundamento. nao, nao vou escrever varios paragrafos pra explicar o pq. discorda? ok. onde e pq?

Fura Olho is offline   Reply With Quote
marconds
PHD em Dota 2
 

18-11-09, 00:43 #89
Cara, sermos mais animais do que gostaríamos não quer dizer que somos completamente descontrolados. Quer dizer que as vezes somos regidos pela irracionalidade.

Tu realmente acha que todo o conhecimento da humanidade tá em livros? Por favor, não menospreze e/ou subestime o empirismo. Não é porque uma pessoa leu 10 livros sobre o assunto que ela sabe mais do que quem viveu a situação.

Conrado, tu insiste apenas na lógica pra lidar em todas as situações com crianças? Cara, estamos falando de situações pontuais. Obviamente todo mundo tenta dialogar, compreender, usar a lógica. Eu to falando que existem situações que simplesmente escapam a lógica. Não estamos falando de palmadas por qualquer situação. Tu acha REALMENTE que uma criança vai entender "que a birra é um comportamento socialmente aversivo" e que ele só vai conseguir ser ignorada? Tu sabe quanto tempo uma criança pode ficar com birra? Acho que não..

Só espera um pouco, não coloca a palmada dentro de outros fatores (sobre a tua citação da favela) que daí sim vai embolar demais a discussão. Tu bem sabe que não é a palmada o fator determinante da marginalização das favelas e não preciso nem começar a explicar o quão errado foi esse parágrafo, é só tu ler ele de novo.

A palmada não é pra ganhar respeito do povão, é pra educar e com certeza tu vai conseguir passar a lição. A lição não é a palmada e tu sabe disso. A palmada é um reforço enfático, um último recurso; as vezes, necessário.
Cara, sinceramente. No momento em que tu acha que qualquer palmada traumatiza uma criança fica difícil ter qualquer tipo de argumentação contigo. Podemos fazer o seguinte, criamos uma poll onde quem já levou palmadas pode votar em "fui traumatizado" ou "não possuo trauma algum" e veremos as respostas...
Bom, se aí tu disser que as pessoas não sabem o que tão falando e que tu sabe mais sobre as pessoas do que elas mesmas daí não tem como conversar mesmo, que daí tu tá fugindo da lógica. (Preciso mesmo criar a poll? Acho que tu entendeu né...)

marconds is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
18-11-09, 01:08 #90
Não existe ninguém sem traumas nesse mundo. Existem, sim, pessoas sem neurose. Essas pessoas são chamadas de psicóticas.

Sobre minhas experiências com crianças, pode ficar tranqüilo que eu tenho o suficiente. Inclusive tenho pacientes que são crianças, e tenho um irmão de 13 anos cujo crescimento e desenvolvimento eu acompanhei de muito perto, desde que ele nasceu. Talvez até mais de perto do que os próprios pais.

E você continua se rodeando, falando que palmada não traumatiza, que palmada educa, que existe situação tal, citou até o empirismo, como se eu fosse um monge que vive numa caverna entupida de livros e não soubesse o valor disso, ou fosse um adolescente catarrento arrogante que argumenta sem considerar uma coisa tão evidente. Muito respeitoso da sua parte, aliás.

O que você não fez, aliás, ninguém fez, foi criar a ponte entre palmada - educação.

O QUE a palmada ensina? Explica pra mim, em português claro. Existe um ensinamento COERENTE por trás da palmada, que a criança, que (segundo você) não tem discernimento pra compreender uma argumentação OBJETIVA, irá conseguir analisar SUBJETIVAMENTE um ato instintivo abstrato e assimilar o conteúdo de forma dinâmica e padrão a todas as crianças e todos os casos? Sério? Você REALMENTE está defendendo isso?

Então eu gostaria MUITO, mas MUITO MESMO, que você fundamentasse.

Que a palmada pode não traumatizar eu já entendi e já disse que concordo. Que ela pode condicionar, também concordo. Agora, que ela educa, ainda não entra na minha cabeça. Por favor, me ilumine.

Conrado is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
18-11-09, 01:12 #91
Ah, e sugiro que você leia o post do Fura.

Conrado is offline   Reply With Quote
u3663
Trooper
 

18-11-09, 01:20 #92
O pior é que o ensino pelo "medo" ajuda.

Falo "medo" pois não é medo que se impõe.

É respeito.

Isso não vale apenas para filhos mas para praticamente toda a sociedade. O ser humano é um animal que precisa ser amado sim, mas tambem é um animal que não aprende a não ser que erre e que responda pelos seus atos. Que tenha respeito por quem administra a situação/local/casa/pais/morro.

Não esperem convencer o Conrado do contrário. Felizmente ele estuda uma saída saudavel para isso, mesmo que nós não acreditemos nela.

Ainda agradeço meu pai pelas tantas vezes que ele me olhou espumando e com o olhar esbugalhado. Me ensinou a respeita-lo, a me impor quando necessário e a não ser uma criança mimada.

u3663 is offline   Reply With Quote
Gerson
Trooper
 

18-11-09, 01:45 #93
Fura Olho
Tu NÃO estuda pedagogia.
Tua opinião é a de uma pessoa comum que sequer tem filho. Acho que tu devia maneirar em se achar o dono da razão falando nesse tom e respeitar os pontos de vista do pessoal. Já que tu não é especialista em nada disso o teu ponto de vista é apenas mais um, mesmo que tu ja tenha lido algum livro sobre o assunto isso não te torna um profissional ou autoridade sobre o assunto.
Só pra avisar, pq eu nem to na discussão e só de ler o teu tom arrogante dono da verdade no post já dá vontade de fazer flame contra.
Abraços.

Gerson is offline   Reply With Quote
Kensha
Trooper
 

Gamertag: ksnrodrigoms PSN ID: rodrigo_machado
18-11-09, 02:16 #94
Honestamente, eu não consigo relacionar MEDO COM RESPEITO.
É algo completamente absurdo pra mim, já que isso soa completamente como uma submissão a algo irremediavel, onde o "respeito" é a unica saida viavel pra nao tomar literalmente no cu. Ai eu tenho que concordar com o Conrado, isso é respeito condicional, respeito forçado. Isso nao é respeito de verdade.


Acredite, tenho o maior amor do mundo pela minha mae, respeito ela pra caralho. Mas uma das coisas que eu mais critiquei ela quando um dia ela resolveu discutir comigo sobre a minha criação era as porradas INUTEIS que eu levava. Eu ja fiz mta birra e nao apanhei por isso, e ja fiz muita coisa que minha mae considerava correta e apanhei porque ia contra o "respeito de mae".

Tenho certeza que 90% das coisas que eu apanhei nao me serviram pra nada somente pra relembrar hj e pensar "que inutil foi eu ter apanhado, nao vou fazer isso".


Tirando todo o lado psicologico e etc. Bater na criança fere uma coisa QUE PRA MINHA PESSOA é uma das bases da vida. A covardia. Eu acho tao covarde bater numa criança, seja la qual for a melhor das intençoes possiveis, que eu nao consigo admitir eu fazendo isso.

É quase como eu bater na minha mulher/namorada. Covardia ao extremo. Falta de argumento ao extremo.

Kensha is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
18-11-09, 09:23 #95
Nem se a gente considerar uma palmada um reset numa crianca surtada? pra sair do transe birrento?

Pelo que li do pessoal aqui tem basicamente 2 tipos de situacao que as pessoas passaram, em um as pessoas guardam magoa, no outro reconhecimento, talvez seja pq em uma situacao a palmada veio do alem, e na outra quando vc estava alem de qq dialogo e apenas "causando" e a palmada serviu pra sair do transe.

favor nao confundir com:

Jeep is offline   Reply With Quote
marconds
PHD em Dota 2
 

18-11-09, 09:23 #96
Quote:
O QUE a palmada ensina? Explica pra mim, em português claro. Existe um ensinamento COERENTE por trás da palmada, que a criança, que (segundo você) não tem discernimento pra compreender uma argumentação OBJETIVA, irá conseguir analisar SUBJETIVAMENTE um ato instintivo abstrato e assimilar o conteúdo de forma dinâmica e padrão a todas as crianças e todos os casos? Sério? Você REALMENTE está defendendo isso?

Então eu gostaria MUITO, mas MUITO MESMO, que você fundamentasse.
Então, como eu falei antes a palmada por si só não ensina nada. A palmada não é a educação em si, é um último recurso enfático educativo. A educação é dada pelos pais, é ensinada no dia-a-dia através da lógica, conversa. O ensinamento da palmada varia pra cada situação em que ela for utilizada. Ela não vai analisar subjetivamente um ato instintivo abstrato. Ela já vai ter todos os argumentos objetivos do porquê ela apanhou da mesma forma que se dá um castigo explicando os motivos pelo qual ela tá sendo castigada. Sobre "assimilar o conteúdo de forma dinâmica e padrão a todas as crianças" tu sabe que tá forçando a barra e que isso não é possível em situação alguma e que a discussão poderia desencaminhar pra "o que é padrão" dentre outras variáveis que não tem relação com a discussão central.

Por fim e respondendo ao reply do Kensha, eu considero a palmada um último recurso. As vezes imposto pela criança mesmo e as vezes imposto pela falta de argumento/conhecimento dos pais.
Se for uma palmada pra educar, eu não considero covardia. Agora, obviamente, palmada por irritação, frustração e derivados eu concordo contigo é covardia e agressão.


Last edited by marconds; 18-11-09 at 09:36..
marconds is offline   Reply With Quote
u3663
Trooper
 

18-11-09, 09:34 #97
Huaheauhe

powa, confundir uma palmada com surra e violência é falta de cinta quando pequeno! :P

Uma coisa é uma palmada, um grito, uma bronca pesada pra criança entender que está errada e que o adulto é o humano Alfa naquela situação.

Outra é bater e seus derivados de agressão.

Se vocês não conseguem separar isso, recomendo sessões de terapia.

u3663 is offline   Reply With Quote
intel
♥ Emma Stone
 

18-11-09, 09:59 #98
Quote:
Postado por Conrado Mostrar Post
A questão da criança ignorar a lógica e insistir na birra é simples. Ignore-a. A criança tá te ignorando, então você ignora ela também. Ora essa. Ah, você quer ficar aí gritando ao invés de me ouvir? Ok. Vamos ver o que você consegue com isso. Falou aí.

Pelo amor, né, bater na criança pra ela ficar quieta? A criança tem liberdade de expressão, ela pode gritar o quanto quiser. É muito mais eficiente mostrar pra uma criança desde cedo que a birra é um comportamento socialmente aversivo e que a única coisa que ela vai conseguir com isso é ser ignorada, do que bater e desencadear um milhão de possíveis conclusões, sendo mais de 98% delas deturpadas e incoerentes.
Mesmo nos utópicos direitos das crianças, não se fala de liberdade de expressão pra elas:

1º Princípio – Todas as crianças são credoras destes direitos, sem distinção de raça, cor, sexo, língua, religião, condição social ou nacionalidade, quer sua ou de sua família.

2º Princípio – A criança tem o direito de ser compreendida e protegida, e devem ter oportunidades para seu desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, de forma sadia e normal e em condições de liberdade e dignidade. As leis devem levar em conta os melhores interesses da criança.

3º Princípio – Toda criança tem direito a um nome e a uma nacionalidade.

4º Princípio – A criança tem direito a crescer e criar-se com saúde, alimentação, habitação, recreação e assistência médica adequadas, e à mãe devem ser proporcionados cuidados e proteção especiais, incluindo cuidados médicos antes e depois do parto.

5º Princípio - A criança incapacitada física ou mentalmente tem direito à educação e cuidados especiais.

6º Princípio – A criança tem direito ao amor e à compreensão, e deve crescer, sempre que possível, sob a proteção dos pais, num ambiente de afeto e de segurança moral e material para desenvolver a sua personalidade. A sociedade e as autoridades públicas devem propiciar cuidados especiais às crianças sem família e àquelas que carecem de meios adequados de subsistência. É desejável a prestação de ajuda oficial e de outra natureza em prol da manutenção dos filhos de famílias numerosas.

7º Princípio – A criança tem direito à educação, para desenvolver as suas aptidões, sua capacidade para emitir juízo, seus sentimentos, e seu senso de responsabilidade moral e social. Os melhores interesses da criança serão a diretriz a nortear os responsáveis pela sua educação e orientação; esta responsabilidade cabe, em primeiro lugar, aos pais. A criança terá ampla oportunidade para brincar e divertir-se, visando os propósitos mesmos da sua educação; a sociedade e as autoridades públicas empenhar-se-ão em promover o gozo deste direito.

8º Princípio - A criança, em quaisquer circunstâncias, deve estar entre os primeiros a receber proteção e socorro.

9º Princípio – A criança gozará proteção contra quaisquer formas de negligência, abandono, crueldade e exploração. Não deve trabalhar quando isto atrapalhar a sua educação, o seu desenvolvimento e a sua saúde mental ou moral.

10 º Princípio – A criança deve ser criada num ambiente de compreensão, de tolerância, de amizade entre os povos, de paz e de fraternidade universal e em plena consciência que seu esforço e aptidão devem ser postos a serviço de seus semelhantes.

Claro que eu entendo que vc não tava falando nesse sentido de "direito", mas é que é justamente essa liberdade de expressão (verbal ou não verbal) que deve ser trabalhada pra não se chegar no "cala boca" ou "estou te ignorando pq vc não está dialogando comigo" ou num tapa, que podem traumatizar a criaturinha de qualquer forma.

Uma conversa sobre psicologia também não pode traumatizar a criança? O que a criança realmente absorve dessas argumentações que foram dadas aqui?


Quote:
Postado por Fura Olho Mostrar Post
RESUMO
os pontos fundamentais q os pais precisam saber em relacao ao uso da violencia:
- violencia fisica e/ou emocional causam danos proporcionais a frequencia e amplitude do ato;
- chantagem emocional eh a violencia mais perversa, pois fica mascarada no nao uso da forca e os danos dificilmente serao detectados e revertidos no futuro (principalmente os somatizados);
- usar a violencia demonstra uma POSTURA diante de uma situacao (eh assim q eu faco), e nao uma licao (aprenda isso);
- demonstracoes de raiva, tristeza e revolta pela crianca nao sao afrontas a autoridade dos pais, mas manifestacoes normais de frustracao. os pais NAO DEVEM punir isso, mas demonstrar q existem formas melhores de lidar com isso;
- os pais DEVEM demonstrar maturidade ao resolver questoes delicadas com a crianca, e nao se comportar igual a ela (gritar qdo ela grita, por ex);

A ESSENCIA DA EDUCACAO INFANTIL:
- os pais precisam ensinar pra crianca q a dinamica da vida gira em torno da proporcionalidade entre onus e bonus, e q gracas a isso ela precisara se dedicar e se esforcar pra conseguir o q deseja;
- guiar a crianca nao significa determinar qual caminho ela deve seguir, e sim deixar q ela siga seu proprio caminho podando todos os VICIOS SOCIAIS de acordo com ensinamentos claros e coerentes;
- amor, respeito e confianca nao sao impostos, e sim desenvolvidos e consequentemente conquistados;
- os pais devem ensinar a crianca a conhecer e respeitar a si mesma pra, assim, saber se adaptar ao caos do mundo a sua propria forma;
- a crianca precisa desenvolver a consciencia de q soh ela mesma consegue interferir decisivamente na propria vida;
- castigo (consequencia) eh mais efetivo pra corrigir um desvio (acao) do q "dar palmadinhas"(postura).

esse resumo sintetiza de forma bem objetiva o q eh dito em varios livros a respeito do assunto

e nao, eu nao considero apenas suas proprias experiencias (o q vcs ACHAM) e/ou opiniao da maioria (o q mta gente ACHA) como fundamento. nao, nao vou escrever varios paragrafos pra explicar o pq. discorda? ok. onde e pq?
Em resumo, A REGRA NÃO É CLARA no que diz respeito a criação dos filhos.

Mas pra ficar ON TOPIC e relacionar ao tema/ vídeo desses discursos do Prates, eu sei que ultimamente ele também tem ficado puto com a situação de falta de respeito com os professores.

E agora eu mudo um pouco o rumo da discussão aqui, pegando o que vc falou sobre uso de violencia e levando pra sala de aula. Mesmo na faculdade, eu percebi que existiam os professores com metodologias mais antiquadas e os sem metodologia alguma... estes mais tradicionais basicamente faziam os alunos respeitarem os horários das aulas, mais por medo de serem reprovado (por faltas) se chegassem atrasado, do que por achar que deveriam estar lá das 7:30 até 11hs pra aprender todo o conteúdo.
E estamos falando de alunos de idade média de 20 anos. Sem entrar no mérito de que estes alunos são retardados, ou que o professor deveria argumentar e ser razoável o suficiente pra entenderem que a aula dele é importante. Imagina isso numa escola de crianças?!

Já é de sempre que criança é sem noção, sem pudor, xinga o amiguinho de coisa que quando fosse adulto teria muita vergonha de fazer o mesmo ou até seria preso... Mas o que eu acho foda é que hoje em dia as crianças tão mto cheias de razão.

cansei de escrever, vou colocar esse vídeo aqui de novo:


intel is offline   Reply With Quote
rini
 

18-11-09, 10:50 #99
não quero responder esse tópico pq meu trabalho seria basicamente, escrever diferente o q o fura e o concado já postaram.

só umas perguntas.
Se SÓ a palmada não ensina, o q será feito depois q não pode ser feito sem a palmada?
é um recurso "enfático educativo"?
baseado em q vc diz q palmada é um recurso enfático educativo?
Como é educativa se SÓ a palmada não ensina?


Last edited by rini; 18-11-09 at 10:56..
rini is offline   Reply With Quote
Sabbath
R2D2
 

Steam ID: ssabbath
18-11-09, 11:22 #100
Bom, tenho um enteado de 7 anos que me relaciono desde os 3 anos de idade, e tenho um filho de 1,5 anos.

O que acontece é, eu não dou tapa, safanão em nenhum deles, mesmo porque fazer isso com um bebê é falta de noção total!

O que eu faço? Quando você pede educadamente umas 3 vezes para o rapazinho ir tomar banho ou ir fazer a tarefa e ele faz q não escuta, eu pego deixo de fazer o q estou fazendo e faço ele deixar de fazer o q estava fazendo, puxo os cabelinhos das costeletas levanto o menino na pontinha dos pés, no início ele dava uns tapas na minha mão, nisso saia uns cabelinhos na minha mão, agora ele não faz mais, ligo o chuveiro (estando frio ou quente), coloco ele lá!

Pronto, agora quando eu MANDO, ele vai, desliga a TV e pronto!

Um dia desses fizemos o contrário, eu não estava em casa minha mulher mandou ele tomar banho umas 300 vezes, cheguei em casa ela já estava estressada e ele para variar também, ótimo, conversei com ela, desligamos o registro do chuveiro e mandamos ele dormir, ele foi satisfeito por não ter q ir tomar banho.

No outro dia cedo, minha mulher chega para levar ele para a escola e ele nem foi tentar tomar banho, foi para a escola, jogou bola fez o escabal, voltou absurdamente sujo, ótimo, proibímos ele de assistir televisão na sala e se for assistir no quarto tem q ser sentado no chão, ótimo tá ele lá assistindo no chão, nem falamos nada de banho. Mandamos ele escovar o dente e ir dormir... a cama dele começou a feder no outro dia de manha e ele começou a se coçar... heheaehea ele tentou tomar banho... veio reclamar q não estava saindo agua, chamei minha mulher e conversamos com ele e explicamos porque cortamos a agua dele e quais seriam as consequencias caso ele não tome banho todo dia, aí ele perguntou se poderia ir tomar banho agora? Aí eu falei que não, q ele iria tomar banho qndo nós mandássemos ou em períodos razoáveis, não de 3 em 3 dias. Ficou louco de raiva, chorou até a alma se coçando todo e ainda dormiu no colchonete pq eu tirei o lençol da cama dele que estava um bagaço! ehhehe!

Pronto, isso foi um caso que até então na presente data deu certo o castigo! Agora vou contar uma história onde só apanhar da mãe dele deu certo;

- Aprontou na escola, xunxou a mochila no peito de um muleque lá que até saiu sem ar (eu rachei o bico de dar risada internamente pq o mlk é chato até), mas na hora firmei o golpe e falei seriamente com ele, deixei ele 5 minutinhos olhando para a parede para lembrar do que fez e tirei o video game 3 dias, ótimo, lá em casa ele aprontou com o irmãozinho, não lembro o q fez q o mlk tá com uma feridinha na orelha até hoje, ranquei o canal cartoon e nick da televisão, e falei com ele q pelas atitudes violentas dele ele iria poder assistir só discovery kids por 1 semana e aumentei o castigo do v.g. para 1 semana tmb!

Ótimo, ficou legal 1 dia mais ou menos, passou um dia deu uma birra feia na escola e em casa faltou fazer minha mulher subir as paredes de stress, pq apareceram os materiais escolares todos faltando em casa e uns até rasgados! Chego em casa, aquele "clima", o mlk tá nervosinho, pego e pergunto para ele porque? Ele responde assim "pq não posso jogar video game nem assistir tv q eu gosto!", ai eu "Aé, então peraí, peraí... burdoguinho....!" heauheuaheha! Minha mulher qndo escutou isso nem esperou eu pegar o burdoguinho (havaiana de pau?!), já deixo o popô do mlk rosado e de castigo preso no banheirinho da empregada... ele quis falar algumas coisas(em tom de voz alta, falando da mãe), aí repreendi ele com o "grande urro masculino", reduzindo a voz dele a nada.... ficou quietinho.... chorou um pouco, saiu do banheiro depois de uns 10 min (deixamos), e fiz ele pedir desculpas para todo mundo, irmãzinho, mamãe e "papai", e na escola pedir desculpa pro "amiginho" e para a professora, e zerei o cofrinho dele para comprar um caderno novinho com o dinheiro (acho q isso foi o pior para ele hehehe).


Fura, não tiro sua razão, acho realmente abominável ter que apelar para isto de vez em quando, acho o cúmulo não ter como resolver isto na base da conversa, mesmo pq a gente resolve coisa muito pior na base da conversa né?

Mas não adianta, eu como pai vejo por exemplo uma família de conhecidos nossos aqui, onde os filhos foram criados sem a dita "violência" que você fala fura, e foram criados a serem muitos "livres" e só levados na conversa, e vejo os filhos desse casal, que tem tipo uns 25 e 27 anos mais ou menos, totalmente SEM NOÇÃO, do que é a vida, primeiro pq ainda dependem EXCLUSIVAMENTE dos pais, e fazem isso de malandragem, pq sabem q os pais são passívos e "inoperantes" praticamente! A condição de vida deles permite a isto, mas de longe, não é isto que quero para meus filhos;

Em contra-partida vejo outra família que conheço aqui, mãe-solteira e 3 filhas, 3 filhas bem sucedidas e bem centradas na vida, nunca apanharam. E vejo o exemplo da família da minha mulher, 3 filhos, apanharam pra kct, e são ultra-bem-sucedidos, tem valores que admiro e quero na minha família.

Situação difícil, é um dilema! :P

Sabbath is offline   Reply With Quote
rini
 

18-11-09, 12:23 #101
lembrando que vcs comparam uma boa educação (com palmadas ocasionais) com casos em q os pais são omissos e ineficientes.
não adianta simplesmente levantar a bandeira do "paz e amor", espalhar pra 4 cantos q vc não bate nos filhos, sendo q vc não tem base educacional nenhuma para repassar ao(s) seu filho.

rini is offline   Reply With Quote
Fura Olho
wat
 

XFIRE ID: EmB_FuraOlho Steam ID: gustavomartino
18-11-09, 13:04 #102
gerson
antes de mais nada, apontar falhas na minha postura nao invalida meus argumentos. se a premissa da sua critica eh essa, entao ja te adianto q sofisma comigo nao cola.
no entanto, gostei da sua critica e reconheco q poderia adotar outras formas de expor meu ponto de vista e q isso pode ser determinante na aceitacao do q eu digo, mas nao vou fazer isso pq meus argumentos, particularmente os resumos q fiz, nao vao mudar

pq? pq dizer a mesma coisa de forma diferente nao reflete o q realmente penso sobre o assunto. sim, fico puto com pessoas q nao tem nocao de como criar um filho, q nao conseguem se adaptar as diversas situacoes e, pior, nao se preocupam em se informar a respeito. meu tom e postura sao reflexo disso, infelizmente.

no entanto, se vc levou pro lado pessoal e vai insistir no sofisma de q minha postura invalida o conteudo, entao por favor aponte as inconsistencias do resumo q fiz, explicando PONTUALMENTE e de forma CLARA onde eles estao errados. ou se reserve ao direito de me ignorar.

jeep
se a crianca ta surtada num transe birrento, o recomendado pelo icami tiba e alguns outros eh sacudi-la e isola-la. bater pode potencializar a raiva/birra e piorar a situacao seja de forma velada, onde a crianca se retrai, seja de forma evidente, onde a crianca piora o escandalo acarretando em mais agressao

a palmada vai, de fato, acontecer. eh inevitavel e n tem como bloquear por n razoes e eh por isso q eu friso q a frequencia deve ser proxima de zero. eh preciso entender q violencia eh a forca empregada pra "combater" uma resistencia. se a crianca faz algo errado e vc grita, vc foi violento com ela. eh equivocado pensar q se nao machucou, entao nao foi violencia, pq eh sabido q o uso da violencia causa mais danos PSICOLOGICOS do q FISICOS
pessoas sequestradas, por exemplo, podem ate ser acariciadas e tratadas a pao de lo pelos sequestradores q dificilmente conseguirao superar o trauma gracas a violencia do ato q eh um sequestro

intel
de fato criar filhos nao eh ciencia exata e nao existe how-to, mas os PONTOS FUNDAMENTAIS e a ESSENCIA do q deve ser feito sao CLAROS e AMPLAMENTE DIVULGADOS
a importancia disso eh q os pais dispoe de recomendacoes objetivas em relacao as linhas gerais do desenvolvimento de uma crianca. essas recomendacoes podem ser adotadas como premissas e sao um norte confiavel pros pais fundamentarem suas atitudes. simples.

compare, por exemplo, o resumo q eu fiz com os direitos das criancas, em especial os principios 2º, 6º, 7º, 9º e 10º. esses direitos e as recomendacoes q sintetizei nao se baseiam no achismo de alguem, mas em milhares (nao eh hiperbole) de estudos cientificos e sao como uma SUMULA entre os especialistas do assunto. ou seja, apesar das divergencias entre as varias linhas de estudo, todos eles concordam com esses pontos em comum

o despreparo de pais e educadores mina o desenvolvimento da crianca ao ponto de torna-la socialmente insuportavel e comprometer sua vida adulta. entao o q acontece atualmente eh a velha projecao de culpa, onde os pais jogam a culpa pros professores e vice-versa, mas isso nao invalida o fato de q AMBOS devem atuar em prol da crianca seguindo essas recomendacoes. FATO.

se alguma crianca esta insuportavel e/ou cheia de razao, entao os pais nao exerceram devidamente seu papel E os educadores nao atuaram proativamente qdo foi necessario (comunicando aos pais, por exemplo). o professor de escola infantil eh FUNDAMENTAL nesse processo pq eh o primeiro a dar feedbacks criticos externos a criacao. ele deve ter discernimento e preparo pra observar e apontar tracos da crianca q fogem do padrao adequado, pq existem coisas q os pais NAO VEEM pois tem a analise critica viciada pela convivencia ou pela falta de nocao. FATO.

os pais nao atuam, os professores nao atuam e a crianca, coitada, vai repetindo series pq tem 5 graus de miopia e NINGUEM PERCEBEU. ou entao viram pitboys covardes pq sempre foram criancas tao levadas! ai ai ai joaozinho eh tao custoso! vive brigando com os coleguinhas so pq eh maior do q eles!

os adultos NAO VIRAM e NAO SE TRANSFORMAM em bandidos. eles CULMINAM nisso, pois eh o resultado de um processo e nao simples uma opcao. um adulto q teve pais comprometidos com sua criacao NAO OPTAM por serem bandidos. claro q existem casos congenitos tipo psicopatas e afins, mas isso foge a regra.

sabao
a violencia eventualmente vai acontecer. entao basta ter em mente os principios basicos e q tudo deve ser feito em torno deles. ou seja, se a violencia ta ficando frequente, entao algo precisa ser revisto pq ela eh um extremo, e nao uma necessidade.

Fura Olho is offline   Reply With Quote
Gerson
Trooper
 

18-11-09, 15:03 #103
Fura Olho, não falei que invalida. Concordo com algumas coisas que tu disse e discordo de outras. Só acho que tu devia ser mais educado, pois se tu falasse assim numa mesa com pessoas inteligentes iam te achar ridículo. Curto pessoas educadas, só isso.

Gerson is offline   Reply With Quote
Sabbath
R2D2
 

Steam ID: ssabbath
18-11-09, 15:08 #104
Issae fura, foi o ponto que apontei no meu primeiro post, a violência por si só é só um dos fatores que levam a um criança a se tornar um adulto problemático, um dos fatores que acho mais importantes é o da "atenção", é saber discernir o que a criança precisa na hora certa (uma palmada que seja) do que o que a criaça quer!

Sabbath is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
19-11-09, 18:34 #105
se a moda pega...

http://www.chicagotribune.com/news/l...,7218475.story

Buffalo Grove boy dials 911 after parents take away his Xbox video game

A 15-year-old boy told Buffalo Grove police that his parents had taken away his video game system and asked whether they were within their rights.

They were, police told him.

The teen called 911 about 12:50 p.m. Sunday but then hung up, said Cmdr. Steve Husak. Officers went to the house, and after hearing the story, told the youth that his parents have the authority to take away his Xbox as punishment.

He also was advised to listen to his parents, Husak said. Husak did not know why the boy was being punished.

Jeep is offline   Reply With Quote
u3663
Trooper
 

19-11-09, 18:49 #106
Eu queria dizer que o Jeep bate nos novos modz pra gente aprender

Ele guarda a cinta na terceira gaveta!

u3663 is offline   Reply With Quote
seuboi
manboipig
 

Steam ID: seuboi
19-11-09, 18:53 #107
Quote:
Postado por Gerson Mostrar Post
Fura Olho
Tu NÃO estuda pedagogia.
Tua opinião é a de uma pessoa comum que sequer tem filho. Acho que tu devia maneirar em se achar o dono da razão falando nesse tom e respeitar os pontos de vista do pessoal. Já que tu não é especialista em nada disso o teu ponto de vista é
apenas mais um
Argumentum Ad Verecundiam (Apelo à Autoridade)
Suponha q chegasse aqui um cara FODASSO, formado e os cambau com não sei quantos trabalhos reconhecidos na comunidade cientifica com 3 filhos criados e falasse:
-Criança tem mesmo é que tomar ferro prontofalei

Pq ele tem uma formação significa acatar ao q ele diz? pf

seuboi is offline   Reply With Quote
Gu1d0
Trooper
 

19-11-09, 23:59 #108
Quote:
Postado por Baron Mostrar Post
Esse negócio de cinta é muito século XV.

Em plena era das bombas nucleares, snipers e explosivos plásticos é simplesmente ridículo ainda usarmos cinta.

HUAHUAHUHAHA concordo!! Cinta cansa! spray de pimenta na cara!!!

Eu, como ex-professor, fortemente defendo o porte de arma para a classe docente.

Gu1d0 is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
11-12-10, 16:49 #109
I COMMAND YOU TO RISE FROM YOUR GRAVE AND RESCUE MY DAUGHTER!

Uma vez meu irmão falou pra mim, quando eu disse que era pró-aborto:

"As leis dos homens não pode ter maior valor que a lei de Deus"

Baseado nessa premisssa, aonde agora tem a lei que vc não pode bater nos seus filhos, poderia eu utilizar de Deuteronômio 21, 18-21 para castigar em nome do SENHOR?

http://www.biblegateway.com/passage/...-21&version=OL

Na íntegra:

Um filho rebelde
18-21Se um homem tiver um filho obstinado e rebelde que não obedeça nem ao pai nem à mãe, ainda que estes o castiguem para o corrigir, então seus pais deverão trazê-lo perante os anciãos da cidade e declarar: 'Este nosso filho é obstinado e rebelde e não quer obedecer; além disso é um comilão e beberrão incorrigível.' Os homens da cidade apedrejá-lo-ão até morrer. Dessa forma tirarão o mal do vosso meio; e todos os outros jovens de Israel ouvirão isso que aconteceu e terão medo.

PROBLEM?

Never Ping is offline   Reply With Quote
TigerWood
Trooper
 

11-12-10, 17:03 #110
Quote:
Postado por Gerson Mostrar Post
Fura Olho
Tu NÃO estuda pedagogia.
Tua opinião é a de uma pessoa comum que sequer tem filho. Acho que tu devia maneirar em se achar o dono da razão falando nesse tom e respeitar os pontos de vista do pessoal. Já que tu não é especialista em nada disso o teu ponto de vista é apenas mais um, mesmo que tu ja tenha lido algum livro sobre o assunto isso não te torna um profissional ou autoridade sobre o assunto.
Só pra avisar, pq eu nem to na discussão e só de ler o teu tom arrogante dono da verdade no post já dá vontade de fazer flame contra.
Abraços.
eu tmb nao estudo pedagogia e ainda nao tenho filhos
mas se eles comecarem com mta viadagem, pra nao virarem esses muleque mimado que querem mandar no pai, fazem birra e etc, vo dar uns tapas neles tmb

TigerWood is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
11-12-10, 19:32 #111
oh damn

Conrado is offline   Reply With Quote
rockafeller
Chief Rocka
 

11-12-10, 19:46 #112
é o seguinte
nao li esse topic lixo
e vou criar meus filhos do jeito q eu bem entendo
blz?
valeu

rockafeller is offline   Reply With Quote
marconds
PHD em Dota 2
 

11-12-10, 20:34 #113
aqui no RS, no Jornal do Almoço passou hoje uma entrevista com o pai do Michael Jackson.
Durante a entrevista me lembrei desse topic e sobre o uso de violência pra educar os filhos.
Claro que nesse caso, do Michael Jackson, o uso da violência foi muito além do que se considera aceitável pela sociedade, ele espancava o guri mas olhem no que ele se tornou: um marco na história da música.
Quem ousar dizer que ele educou o filho errado ele tem um belo argumento: "fiz errado? engraçado, por minha influência ele se tornou um dos homens mais importantes da história da música. E aí?"
Ele tem os fatos a seu favor. É difícil argumentar dizendo que "se tivesse feito de outra forma, ele seria um astro ainda maior" por que na realidade é mera especulação. Vemos gente que apanhou e se deu bem, e o contrário também.
No final das contas, considerando todos os pontos apresentados aqui no tópico acho que o resultado é muito mais importante do que o método.
Compare um Conrado, que nunca apanhou e é desse jeito, comigo e você verá qual é o mais bem sucedido, mais ajustado socialmente e mais gostoso.
Abraços a todos, dou por encerrada essa discussão.

marconds is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
11-12-10, 20:46 #114
btw
já apanhei sim, provavelmente muito mais do que você, gaúcho criado a ovomaltino e chimarrão

Conrado is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
11-12-10, 22:31 #115
Marconds, pode até ser que por causa de sopapos ele tenha sido a maior estrela pop do século XX, porém isso o fez ter bizarrices. Contando uma a uma

- Cirurgia plástica no nariz que o deixou toscão.
- Ter criado a Neverland para ser um lugar de pais.
- Dormir com crianças no quarto abraçadinhos.
- Transformação da pele para branco.
- Ter voz de mulher falando normalmente.


PS: Amo suas músicas.

Never Ping is offline   Reply With Quote
Buwem
Trooper
 

11-12-10, 23:36 #116

Buwem is offline   Reply With Quote
troy
Trooper
 

11-12-10, 23:40 #117
Eu acho o seguinte, nem em cachorro precisa bater pra ensinar quem dirá num ser humano um animal com telencéfalo altamente desenvolvido..
respeito é diferente de medo e meus filhos vão me respeitar por outros motivos que não sejam relacionados a dor

troy is offline   Reply With Quote
Zedd
Trooper
 

11-12-10, 23:54 #118

Zedd is offline   Reply With Quote
Stranger
Trooper
 

13-12-10, 16:32 #119
[DS-BLOG]
A lei antipalmadas foi o tema da prova de língua portuguesa e redação no vestibular da UEM.

Stranger is offline   Reply With Quote
vitorueda
Trooper
 

PSN ID: vitormasao
13-12-10, 17:22 #120
Basicamente o MJ nunca teve infância, o pai judiou muito e sempre obrigou a trabalhar muito, desde novo, além de ficar zoando muito o nariz dele por ser largo igual de negão, dizendo que não era filho!

1) Nariz concordo
2) Não entendi never... Mas sim, ele criou para se divertir
3) Vontade de ser criança, até por isso não acredito muito que ele tenha sido pedófilo
4) Isso foi uma doença, não dá pra dizer muita coisa
5) Não sei... vontade de ser criança, falar igual uma

vitorueda is offline   Reply With Quote
dos Pampas
Trooper
 

13-12-10, 18:31 #121
Quote:
Postado por marconds Mostrar Post
aqui no RS, no Jornal do Almoço passou hoje uma entrevista com o pai do Michael Jackson.
Durante a entrevista me lembrei desse topic e sobre o uso de violência pra educar os filhos.
Claro que nesse caso, do Michael Jackson, o uso da violência foi muito além do que se considera aceitável pela sociedade, ele espancava o guri mas olhem no que ele se tornou: um marco na história da música.
Quem ousar dizer que ele educou o filho errado ele tem um belo argumento: "fiz errado? engraçado, por minha influência ele se tornou um dos homens mais importantes da história da música. E aí?"
Ele tem os fatos a seu favor. É difícil argumentar dizendo que "se tivesse feito de outra forma, ele seria um astro ainda maior" por que na realidade é mera especulação. Vemos gente que apanhou e se deu bem, e o contrário também.
No final das contas, considerando todos os pontos apresentados aqui no tópico acho que o resultado é muito mais importante do que o método.
Compare um Conrado, que nunca apanhou e é desse jeito, comigo e você verá qual é o mais bem sucedido, mais ajustado socialmente e mais gostoso.
Abraços a todos, dou por encerrada essa discussão.
WAT? eu nao li isso, eu vejo o MJ como um cara totalmente depressivo, doente, super protetor dos filhos e infeliz..

o que o talento dele tem a ver com a repressao que sofreu dos pais?

ele tem os fatos ao seu favor AOEHaoehOAEHOaheAE.

AGORA espancar os filhos aflora o talento no cidadao. eheheh
que opiniao lixo MARCONDS.

dos Pampas is offline   Reply With Quote
marconds
PHD em Dota 2
 

13-12-10, 19:17 #122
ô Pampa
ele fazia sessões "religiosas" com os filhos
todos os dias, X horas de aulas e ensaios
se eles faltassem, aí eles apanhavam
apanhavam por outros motivos, também
mas com certeza essas aulas aí e esses ensaios ajudaram a moldar o talento do Michael

marconds is offline   Reply With Quote
dos Pampas
Trooper
 

13-12-10, 19:19 #123
se ele fosse vivo era só perguntar pra ele o que ele achava disso tudo.

dos Pampas is offline   Reply With Quote
Maia
Trooper
 

Steam ID: Sorella3
13-12-10, 21:50 #124
A voz fina do Michael Jackson era apenas um personagem, ele somente falava assim com a imprensa, fãs, etc.

Quando tratava de negócios ou falava com a família, ele usava o tom de voz normal.

Maia is offline   Reply With Quote
Erika
Trooper
 

14-12-10, 10:22 #125
eu soh levei um tapa na bunda ateh hj, ou seja, nem apanhei, nunca vivi na era da cinta ou da chinelada e sou super susse

eu acho que o negocio eh educar. ser rigido, se impor, dizer quinhentos mil naos quando nao pode e pronto!!!

Tem que haver disciplina e regularidade, tem q ter atitude adulta, ex. se voce promete. cumpra, nao interessa, se vire pra cumprir! Dai vc vai ter moral pra exigir o mesmo da crianca... e assim vaiiii

Bom, dizem que sou ruim com a minha filha, porque sou muito rigida, mas nao acho que esteja errada.

Errado sao os pais permissivos que deixam a crianca fazer tudo o que quer, isso sim ta errado, errado sao os pais que ditam regras e nao as cumprem porque se vale pra crianca. porque n vale pro adulto? Etc. etc. etc. ahaohaohao

O negocio do tapa eh mais uma demonstracao de descontrole, isso q eh fogo, o dificil eh vc se controlar na hora que fica muito p da vida!!!

Erika is offline   Reply With Quote
dbf
Trooper
 

14-12-10, 10:28 #126
é mais trabalhoso educar do q bater

quem bate é pq tem preguiça de encarar a responsabilidade

dbf is offline   Reply With Quote
intel
♥ Emma Stone
 

27-06-12, 04:45 #127


Last edited by intel; 27-06-12 at 04:54..
intel is offline   Reply With Quote
ShadoW
Trooper
 

27-06-12, 08:09 #128
Quote:
Postado por Sabbath Mostrar Post
Bom, tenho um enteado de 7 anos que me relaciono desde os 3 anos de idade, e tenho um filho de 1,5 anos.

O que acontece é, eu não dou tapa, safanão em nenhum deles, mesmo porque fazer isso com um bebê é falta de noção total!

O que eu faço? Quando você pede educadamente umas 3 vezes para o rapazinho ir tomar banho ou ir fazer a tarefa e ele faz q não escuta, eu pego deixo de fazer o q estou fazendo e faço ele deixar de fazer o q estava fazendo, puxo os cabelinhos das costeletas levanto o menino na pontinha dos pés, no início ele dava uns tapas na minha mão, nisso saia uns cabelinhos na minha mão, agora ele não faz mais, ligo o chuveiro (estando frio ou quente), coloco ele lá!

Pronto, agora quando eu MANDO, ele vai, desliga a TV e pronto!

Um dia desses fizemos o contrário, eu não estava em casa minha mulher mandou ele tomar banho umas 300 vezes, cheguei em casa ela já estava estressada e ele para variar também, ótimo, conversei com ela, desligamos o registro do chuveiro e mandamos ele dormir, ele foi satisfeito por não ter q ir tomar banho.

No outro dia cedo, minha mulher chega para levar ele para a escola e ele nem foi tentar tomar banho, foi para a escola, jogou bola fez o escabal, voltou absurdamente sujo, ótimo, proibímos ele de assistir televisão na sala e se for assistir no quarto tem q ser sentado no chão, ótimo tá ele lá assistindo no chão, nem falamos nada de banho. Mandamos ele escovar o dente e ir dormir... a cama dele começou a feder no outro dia de manha e ele começou a se coçar... heheaehea ele tentou tomar banho... veio reclamar q não estava saindo agua, chamei minha mulher e conversamos com ele e explicamos porque cortamos a agua dele e quais seriam as consequencias caso ele não tome banho todo dia, aí ele perguntou se poderia ir tomar banho agora? Aí eu falei que não, q ele iria tomar banho qndo nós mandássemos ou em períodos razoáveis, não de 3 em 3 dias. Ficou louco de raiva, chorou até a alma se coçando todo e ainda dormiu no colchonete pq eu tirei o lençol da cama dele que estava um bagaço! ehhehe!

Pronto, isso foi um caso que até então na presente data deu certo o castigo! Agora vou contar uma história onde só apanhar da mãe dele deu certo;

- Aprontou na escola, xunxou a mochila no peito de um muleque lá que até saiu sem ar (eu rachei o bico de dar risada internamente pq o mlk é chato até), mas na hora firmei o golpe e falei seriamente com ele, deixei ele 5 minutinhos olhando para a parede para lembrar do que fez e tirei o video game 3 dias, ótimo, lá em casa ele aprontou com o irmãozinho, não lembro o q fez q o mlk tá com uma feridinha na orelha até hoje, ranquei o canal cartoon e nick da televisão, e falei com ele q pelas atitudes violentas dele ele iria poder assistir só discovery kids por 1 semana e aumentei o castigo do v.g. para 1 semana tmb!

Ótimo, ficou legal 1 dia mais ou menos, passou um dia deu uma birra feia na escola e em casa faltou fazer minha mulher subir as paredes de stress, pq apareceram os materiais escolares todos faltando em casa e uns até rasgados! Chego em casa, aquele "clima", o mlk tá nervosinho, pego e pergunto para ele porque? Ele responde assim "pq não posso jogar video game nem assistir tv q eu gosto!", ai eu "Aé, então peraí, peraí... burdoguinho....!" heauheuaheha! Minha mulher qndo escutou isso nem esperou eu pegar o burdoguinho (havaiana de pau?!), já deixo o popô do mlk rosado e de castigo preso no banheirinho da empregada... ele quis falar algumas coisas(em tom de voz alta, falando da mãe), aí repreendi ele com o "grande urro masculino", reduzindo a voz dele a nada.... ficou quietinho.... chorou um pouco, saiu do banheiro depois de uns 10 min (deixamos), e fiz ele pedir desculpas para todo mundo, irmãzinho, mamãe e "papai", e na escola pedir desculpa pro "amiginho" e para a professora, e zerei o cofrinho dele para comprar um caderno novinho com o dinheiro (acho q isso foi o pior para ele hehehe).


Fura, não tiro sua razão, acho realmente abominável ter que apelar para isto de vez em quando, acho o cúmulo não ter como resolver isto na base da conversa, mesmo pq a gente resolve coisa muito pior na base da conversa né?

Mas não adianta, eu como pai vejo por exemplo uma família de conhecidos nossos aqui, onde os filhos foram criados sem a dita "violência" que você fala fura, e foram criados a serem muitos "livres" e só levados na conversa, e vejo os filhos desse casal, que tem tipo uns 25 e 27 anos mais ou menos, totalmente SEM NOÇÃO, do que é a vida, primeiro pq ainda dependem EXCLUSIVAMENTE dos pais, e fazem isso de malandragem, pq sabem q os pais são passívos e "inoperantes" praticamente! A condição de vida deles permite a isto, mas de longe, não é isto que quero para meus filhos;

Em contra-partida vejo outra família que conheço aqui, mãe-solteira e 3 filhas, 3 filhas bem sucedidas e bem centradas na vida, nunca apanharam. E vejo o exemplo da família da minha mulher, 3 filhos, apanharam pra kct, e são ultra-bem-sucedidos, tem valores que admiro e quero na minha família.

Situação difícil, é um dilema! :P
Pqp!!!! Vo começa usar 5 camisinhas no pau HAUEHEU

ShadoW is offline   Reply With Quote
Stranger
Trooper
 

27-06-12, 08:59 #129
Avisa que vai fazer isso pra aumentar a espessura da caneta bic.

Stranger is offline   Reply With Quote
Norton
Trooper
 

PSN ID: marcos_norton
27-06-12, 13:05 #130
Quote:
Uma professora se irrita com um aluno e manda um bilhete para os pais. Pede para eles conversarem com o menino, e, se não funcionar, bater com cinta ou vara. O caso aconteceu em uma escola de Sumaré, no interior de São Paulo.
No bilhete, a professora reclama que o menino "fica colando papelzinho nas costas dos outros". Ela pede para os pais conversarem com o filho, e, “se não der”, ela escreveu, “acho que umas cintadas vai resolver". A frase foi escrita com erro gramatical, apesar de ela ser professora de português. O bilhete deixou os pais indignados.
Eu também fico indignado com erro de Português

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noti...car-aluno.html

Será que eu sou o único que acha que a professora está correta? Ela sugeriu conversa... e se não funcionar, aí sim umas cintadas.

Norton is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
27-06-12, 14:36 #131
Seria bom se fosse só você...

Conrado is offline   Reply With Quote
Kensha
Trooper
 

Gamertag: ksnrodrigoms PSN ID: rodrigo_machado
28-06-12, 12:23 #132
Quote:
Postado por intel Mostrar Post
os posts do Fura deveriam vir com a seguinte formatação:

1) Parágrafo de introdução ou Resumo
2) link de "Leia mais..."
3) ??????
4) Profit!

tem que achar um vídeo do Prates falando a respeito do lance da UNIBAN tb... ahuehuaehuae
Eu curtia mto o Fura nas antigas

agora eu pulo o topico e tenho vontade de mandar ele calar a boca huaehuahe

Kensha is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
28-06-12, 15:44 #133
e enquanto isso, na Russia...

http://noticias.terra.com.br/mundo/n...aco+cheio.html

Uma mulher russa foi presa acusada de atirar seus dois filhos do 15º andar do prédio em que mora em Moscou, informou na segunda-feira o jornal britânico Daily Mail. Segundo testemunhas, ela disse que cometeu o crime porque estava de "saco cheio de crianças" e que decidiu "se livrar delas". As crianças morreram antes da chegada de uma ambulância ao local.

Galina Ryabkova, 30 anos, foi flagrada pelas câmeras de segurança do prédio momentos depois de atirar as crianças de 4 e 7 anos pela sacada. Nas gravações, ela é vista calma, com uma expressão facial "sem emoção" e chega a tentar deixar o prédio. As imagens também mostram vizinhos tentando conter a mulher.

"Eu estava perto da janela e ouvi uma grande batida", disse Tatiana Gumanyova, que mora no prédio, ao tabloide russo Life News. "Eu não prestei atenção, porque pensei que a criança só tinha tropeçado e caído. Mas então eu ouvi uma nova batida".

Outro vizinho afirmou ao tabloide que a mãe das crianças permaneceu calma até a polícia chegar. "Minha mulher me acordou e disse que havia crianças caindo. Nós corremos e vimos duas crianças deitadas no chão em frente à porta principal (do prédio), no mesmo momento em que ela estava deixando o prédio. Nós perguntamos se aqueles eram seus filhos e ela respondeu, sem emoção, "Sim, eu os joguei fora'".

Ryabkova foi presa ao deixar o prédio que morava com o seu marido, que estava em viagem de trabalho, e as crianças no oitavo andar - ela teria subido andares no edifício antes de jogar as crianças. Durante interrogatório policial, ela teria dito que ninguém precisava dela e que seus filhos agora eram "anjos no paraíso", segundo um porta-voz da polícia citado pela agência Ria Novosti.

A mídia russa especula as razões que podem ter levado a mulher a cometer o crime. Entre as hipóteses, está a de que a família sofria problemas financeiros e a de que ela fez o ato porque era traída pelo marido. Ryabkova foi enviada a um hospital psiquiátrico.

Jeep is offline   Reply With Quote
seuboi
manboipig
 

Steam ID: seuboi
28-06-12, 16:02 #134
 


Comia a biscate e dps averiguaria sua capacidade de planar sobre solo russo

seuboi is offline   Reply With Quote
Stranger
Trooper
 

28-06-12, 16:21 #135
Gostaria ainda de ressaltar o absurdo que é essa humilhação midiática que a russa está sofrendo. Ainda não houve sentença condenatória em julgado, então não se pode afirmar que foi ela. Até que seja condenada, ela é cidadã de bem!

Acho muito errado o povo criticar as manifestações pedagógicas dela. A russa é um representante da unidade familiar e não pode ter seus direitos fundamentais de manifestação negados.
Tudo não passa de boatos, possíveis injúrias, calúnias e difamações. Pode ser inclusive um terrorismo da imprensa tentando incriminar esta nobre cidadã.

Stranger is offline   Reply With Quote
Eon
Trooper
 

28-06-12, 16:50 #136
Tudo o que eu sei sobre crianças é que elas são imitadoras natas. Elas imitam a gente em TUDO.

Então é claro que se você age com violência com a criança, eventualmente ela vai devolver isso para você cedo ou tarde. E se você age com amor, ela também vai devolver isso para você.

Comigo não tem isso de bater. Eu sou o adulto da relação e portanto me considero na obrigação de resolver as coisas com a cabeça.

Eon is offline   Reply With Quote
Gerson
Trooper
 

28-06-12, 17:01 #137
Faltou conversa em casa.

Gerson is offline   Reply With Quote
Zedd
Trooper
 

28-06-12, 17:05 #138
Que exagero de importância ein pessoal
É óbvio que uma flutuação normal sobre a média é aceitável.

Babaca é se recusar a dar um tapa que seja quando o molequinho filho da puta tá botando fogo em mendigo ou espancar com uma barra de ferro todos os dias porque o tempo ta ruim, pegou transito ou o time perdeu

Eu diria que é algo mais ou menos assim: se bater e a criança não entender que estava errada e que mereceu, é violencia. Se machucar, independente do 'valor educativo', é violencia. Também é bom notar que a cabeça de uma criança não funciona nem de perto como a de um adulto, e se já é difícil pra um adulto pensar logicamente (tipo, perceber que o deus cristão é uma farsa patética e dar o que não tem de 'dízimo' - flame grátis pro Eon), imagina pra uma criança que não entende nem permanência de objeto? Portanto, nem tudo é ensinável pra uma criança sem 'feedback positivo', behaviorismo style: 'agiu como um filho da puta -> desconforto'. Portanto, na falta de opção (ou tempo hábil para explicar), bate mesmo (flame grátis para os humanistas utópicos)

No mais, acho que jamais houve na história humana alguém que soubesse o que é bom ou não é pra educar uma criança, o que aumenta ainda mais a importância do bom senso. Especialmente os especialistas, aliás, parecem jamais saber do que estão falando. Cheguei ao final do post e acho que só concordo com o primeiro e último parágrafos.

Zedd is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
28-06-12, 17:11 #139
Quote:
Postado por Zedd Mostrar Post
Que exagero de importância ein pessoal
É óbvio que uma flutuação normal sobre a média é aceitável.

Babaca é se recusar a dar um tapa que seja quando o molequinho filho da puta tá botando fogo em mendigo ou espancar com uma barra de ferro todos os dias porque o tempo ta ruim, pegou transito ou o time perdeu

Eu diria que é algo mais ou menos assim: se bater e a criança não entender que estava errada e que mereceu, é violencia. Se machucar, independente do 'valor educativo', é violencia. Também é bom notar que a cabeça de uma criança não funciona nem de perto como a de um adulto, e se já é difícil pra um adulto pensar logicamente (tipo, perceber que o deus cristão é uma farsa patética e dar o que não tem de 'dízimo' - flame grátis pro Eon), imagina pra uma criança que não entende nem permanência de objeto? Portanto, nem tudo é ensinável pra uma criança sem 'feedback positivo', behaviorismo style: 'agiu como um filho da puta -> desconforto'. Portanto, na falta de opção (ou tempo hábil para explicar), bate mesmo (flame grátis para os humanistas utópicos)

No mais, acho que jamais houve na história humana alguém que soubesse o que é bom ou não é pra educar uma criança, o que aumenta ainda mais a importância do bom senso. Especialmente os especialistas, aliás, parecem jamais saber do que estão falando
Nunca vi um behaviorista apontando punição como forma de educação. Na verdade, o que eu sempre vejo é o contrário.

E acho bem engraçado, justo você, vindo com essa conversinha de "conhecimento empírico > conhecimento científico". Nota-se a conveniência.

Conrado is offline   Reply With Quote
Mascara
Trooper
 

28-06-12, 17:13 #140
Cara, até o momento a coisa mais difícil que me apareceu na vida é: Como educar corretamente a minha filha.

Entendo que a melhor educação para minha filha é ensina-la a melhor maneira de se viver no mundo de hoje, jamais vou bater nela, muito tambem pelo fato de eu ser homem e ela mulher, mas pretendo nunca enconstar a mão nela, óbvio que apenas um olhar não basta, mas de uma coisa eu tenho certeza.. gritar e bater em uma criança não funciona, e é isso que tento fazer todos os dias, pois uma coisa é FATO, seu filho é reflexo de tudo aquilo que ele vivencia, então em algumas situações não adianta você dar a melhor educação do Mundo em casa, e da porta pra fora a situação virar completamente por influência externa.

Mascara is offline   Reply With Quote
Eon
Trooper
 

29-06-12, 01:35 #141
Mascara, te digo uma coisa sinceramente: Uma das lições mais interessantes que eu aprendi na vida é que se existe algo que pode se colocar entre sua filha e uma desgraça é o amor que ela tem por você como pai.

Me lembro claramente, mais de uma vez na minha vida eu me confrontei com situações nas quais eu poderia ter agido ao contrário do que meus pais sempre me ensinaram, e nessas horas não foram ameaças ou o medo das consequências que me pararam... na verdade nessas horas o que SEMPRE me deteve foi o simples pensamento:

"Se meus pais souberem que eu agi assim eles vão ficar muito decepcionados, vão sofrer, e eu não quero que eles sofram, por que eu os amo. Eu quero que eles tenham orgulho de mim."

Tem pai que cria um bilhão de regras para os filhos e inventa punições elaboradas caso eles não as cumpram. Amor que é bom, nada. Ou seja, eles criam robozinhos que só fazem as coisas por medo e não por amor. Aí esses filhos crescem, e assim que se vêem livres dos pais, fazem o quê? Exatamente ao contrário de tudo os que os pais disseram que eles deveriam fazer!

Creio que uma criança que é amada pelos pais dentro de casa aprende duas coisas fundamentais para o resto da vida:

1 - Aprende a reconhecer o amor verdadeiro, e por consequência consegue identificar pessoas que se aproximam com interesses duvidosos, ou simplesmente para fazer o mal.

2 - Aprende a devolver esse amor para as outras pessoas mais tarde, seja no ambiente social ou quando ela mesma for constituir a família dela.

Fato: porrada adestra, mas é o amor que educa!

Eon is offline   Reply With Quote
deadcow
Trooper
 

Gamertag: deadcaw PSN ID: deadcaw
29-06-12, 04:27 #142
Super nanny's =)

deadcow is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
29-06-12, 04:34 #143
Tô concordando 100% com o Eon nesse tópico. É um milagre de Jesus!

Conrado is offline   Reply With Quote
Zedd
Trooper
 

29-06-12, 07:51 #144
Hahea
relaxa, Conrado, eu até tentei editar pra colocar que meu post não fazia sentido e que só o primeiro parágrafo importa: muita importância pra um assunto que, por enquanto, só podemos abordar com bom senso

Zedd is offline   Reply With Quote
rockafeller
Chief Rocka
 

29-06-12, 10:47 #145
"amor" lol

isso ae, criem seus filhos com muito amor e leite com pêra pra eles crescerem e ficarem como o Eon

rockafeller is offline   Reply With Quote
ragauskas
Trooper
 

Steam ID: ragauskas
29-06-12, 11:04 #146
nao pode ter amor e cinta?

se eu usar cinta eu não amo? lol

ragauskas is offline   Reply With Quote
Conrado
Trooper
 

Gamertag: Conrado88 PSN ID: Conrado888
29-06-12, 11:25 #147
Quote:
Postado por Zedd Mostrar Post
Hahea
relaxa, Conrado, eu até tentei editar pra colocar que meu post não fazia sentido e que só o primeiro parágrafo importa: muita importância pra um assunto que, por enquanto, só podemos abordar com bom senso
Existe um caralhaço de material científico acumulado ao longo de décadas sobre esse assunto, e ele é de suma importância. A infância é a fase mais determinante da vida, estamos falando de algo que pode definir uma geração inteira. E a esmagadora maioria (aliás, é um consenso quase que absoluto em qualquer universidade) das teorias e pesquisas apontam pra óbvia conclusão de que "bater = educar" é uma lógica totalmente imbecil que não vale nem pra cachorro e gato, que dirá humanos.

Conrado is offline   Reply With Quote
Fura Olho
wat
 

XFIRE ID: EmB_FuraOlho Steam ID: gustavomartino
29-06-12, 11:34 #148
mas entao

resumindo em poucas palavras:
a surra, palmadas, cintadas e afins sao sim um recurso eficiente na educacao infantil, mas acaba sendo mais placebo do q solucao, por se tratar de uma solucao meramente paliativa. alem de paliativa, existe grande risco desses eventos causarem danos psicologicos severos nessas criancas, q irao afeta-las durante toda a fase adulta

nao eh a toa q hj vou pra churrascos em clubes e vejo criancas de 2~4 anos vagando sozinhas, sendo "cuidadas" pelos adultos q estao mais proximos das piscinas e dos parquinhos. um dia desses vi um mulequinho de uns 3 anos q passou a tarde inteira correndo pra la e pra ca num clube, sem supervisao alguma. se machucou, foi retirado diversas vezes da area da piscina pelo funcionario do clube, nao bebeu agua, nao comeu... no final da tarde surgiu o pai, de cerva na mao e visivelmente bebado, q comecou a brigar com o menino por ele estar todo sujo e "chorando a toa". disse q soh nao ia dar uma surra pq tinha gente olhando

como estara esse menino daqui uns 20~25 anos? percebo 3 opcoes:
1) fazendo exatamente a mesma coisa com os proprios filhos;
2) paranoico com gravidez, pq nao vai querer ter filho pq "eh mto dificil e nao quer q uma crianca sofra tanto num mundo tao cruel";
3) profundo conhecedor de si mesmo, ciente dos traumas q viveu e de como foi construida sua percepcao em relacao ao mundo. suficientemente maduro, ao ponto de ver com clareza a sua importancia e seu papel no desenvolvimento de um filho.

pelo o q observo, a opcao 3 eh equivalente a ganhar na megasena...

Fura Olho is offline   Reply With Quote
dankretli
Trooper
 

29-06-12, 14:44 #149
Eu só sei que não quero que meus filhos sejam iguais ao Concado e ao Eon...

dankretli is offline   Reply With Quote
Zedd
Trooper
 

29-06-12, 14:49 #150
Quote:
Postado por Conrado Mostrar Post
Existe um caralhaço de material científico acumulado ao longo de décadas sobre esse assunto, e ele é de suma importância. A infância é a fase mais determinante da vida, estamos falando de algo que pode definir uma geração inteira. E a esmagadora maioria (aliás, é um consenso quase que absoluto em qualquer universidade) das teorias e pesquisas apontam pra óbvia conclusão de que "bater = educar" é uma lógica totalmente imbecil que não vale nem pra cachorro e gato, que dirá humanos.
Pera, sobre educação paterna/materna? Conheço um tanto de teoria piagetiana, no que diz respeito à formação cognitiva - nada a ver com metodologias de ensino e etc. que outras pessoas derivaram disso

Acho difícil alguém responder a uma pergunta aberta como 'qual o melhor modo de educar seu filho', porque primeiro é uma pergunta carregada de contexto (assume que é um pai ou algo parecido criando um filho) e segundo assume um objetivo que não é nem um pouco claro. O que é ser uma pessoa melhor?

Enquanto tudo é subjetivo e pouco sujeito à validação ou refutação, pouco se aproveita

Zedd is offline   Reply With Quote
Responder

Thread Tools

Regras de postagem
Você não pode criar novos tópicos
Você não pode postar
Você não pode enviar anexos
Você não pode editar seus posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Atalho para Fóruns



O formato de hora é GMT -2. horário: 00:33.


Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.
User Alert System provided by Advanced User Tagging (Lite) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.