Darkside  

Voltar   Darkside > Darkside > Comunidade

Responder
 
Thread Tools
u0165
Trooper
 

04-06-15, 19:11 #301
Quote:
Postado por Hades Mostrar Post
Calma lá.

Então a pessoa, seja homem ou mulher, não tem direito de dispor do próprio corpo?!

Se a mulher QUISER ela não pode simplesmente porque uma outra mulher, que se acha mais intelectualizada e mais entendedora da realidade sexista, concluiu que vender/expor o próprio corpo é errado?!

Então a vontade de uma mulher é subjulgada pela vontade de outra mulher que se acha superior de alguma forma às outras mulheres.

Não concordo, mas ok.
Não. Não foi isso que eu quis dizer.
Já inclusive falei neste próprio tópico que sou a favor da regulamentação da prostituição.





u0165 is offline   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

04-06-15, 23:01 #302
Veja q vc postou algo q 3 pessoas diferentes vieram questionar. Ai agora vc veio e falou q não foi o q quis dizer. Então vc se expressou mal.

Então bastava um: me expressei mal, o q quis dizer foi....

Pegadinha venenística é coisa de mulherzinha.

Concordo com vc q discordar com respeito ajuda a cada um formar melhor suas idéias. O fórum perde o sentido qnd as pessoas param de postar pq "não vão conseguir mudar ng". Q bom q vc desistiu da idéia de não me responder.

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
CyBeR_JaCk
Trooper
 

PSN ID: smuczek Steam ID: cyberjack
05-06-15, 06:16 #303
Eu lambo vcs todos!

CyBeR_JaCk is offline   Reply With Quote
SsjGohan
Trooper
 

08-06-15, 08:38 #304
Acho estranho a mulher levantar duas horas antes, tomar banho, se arrumar toda, se maquiar e sair na rua querendo q ninguém comente nada pq ela não está afim.
Q ela se arruma só pra ela.

Pelo amor de deus, sem esse dramalhão.

Quer opinião?
Essa é minha opinião, mulheres saem na rua sim querendo chamar atenção.
Se não querem vcs sabem muito bem como não chamar atenção.

Agora entre uma piscada e um tapa da bunda é uma barreira MUITO grande para se julgar todos os homens como fdps.

Só pq vc esta indisposta hj e não quer receber cantadas temos q adivinhar isso?

Não existe essa de q só pode em balada e em outros lugares não.
Todos os lugares são lugares para flerte, inclusive na igreja ou almoço em familia.
A luta pode ser honesta se for por respeito, mas não por essas coisas q vc fala.
E principalmente quando vc quer q os outros adivinhem o q se passa em sua cabeças.

SsjGohan is offline   Reply With Quote
Sh3lld3r
Trooper
 

Steam ID: sh3lld3r
08-06-15, 08:49 #305
 

Sh3lld3r is offline   Reply With Quote
SigSnake
Trooper
 

08-06-15, 09:01 #306
Vi uma pichação mais ou menos assim esses dias:

"Patriarcado: Se eu sei fazer um bolo, eu sei fazer uma bomba! Cuidado!"

num primeiro momento fiquei preocupado, mas dai pensei: - duvido que a mulher que pichou isso saiba fazer um bolo...

ai fui dormir tranquilo...

SigSnake is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

08-06-15, 09:04 #307
UAEUAHEAEAHEAAUHEAUEHAEHAEAUH QUE SEGUNDA FEIRA DELICIOSA CARA

Ela faz bolo e bomba? Ela é o bixão memo em doido!

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

08-06-15, 10:20 #308
Heueheuhheueheu

As feminazi alopraram tanto q ta começando um movimento de tiração de sarro forte. Elas vão ficar ainda mais putas e quem vai se ferrar são as feministas não feminazis juntas...

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
08-06-15, 11:06 #309
Quote:
Postado por EviLBraiN Mostrar Post
Heueheuhheueheu

As feminazi alopraram tanto q ta começando um movimento de tiração de sarro forte. Elas vão ficar ainda mais putas e quem vai se ferrar são as feministas não feminazis juntas...
Quando conheci algumas feministas elas deram alto rage quit em cima de mim porque eu tava associando uma coisa com a outra. E aí eu disse: "Se prepare, porque não é só eu quem estou confundindo as coisas."

Never Ping is offline   Reply With Quote
serjaum
Master Chief
 

Gamertag: serjaum
08-06-15, 17:08 #310
vi isso durante o meu almoço

 


EAE?

serjaum is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
09-06-15, 21:19 #311

Jeep is offline   Reply With Quote
Hobbes
Trooper
 

09-06-15, 21:36 #312
"É, a gente só fala que vai cortar o pinto deles, só isso"

ELRI

Hobbes is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
09-06-15, 22:00 #313
 

Never Ping is offline   Reply With Quote
u0165
Trooper
 

10-06-15, 00:44 #314
 

u0165 is offline   Reply With Quote
rockafeller
Chief Rocka
 

10-06-15, 09:57 #315
 

rockafeller is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

10-06-15, 10:30 #316
Tem uma mulher que formou comigo que é feminista.

Vive postando Jeremias 22.

Tivemos uma audiência ontem, um adv pelo lado da esposa e filho do morto (a mulher viúva e o órfão) e pelo reu (rico) ela.

De um lado o Abe Lincoln e do outro a feminista que diz que os homens não vao calar ela, defendendo um bebado que atropelou o pai de familia rssssssssssssssssssssssssssss

AI COMO EU AMO A INTERNET>

TALVEZ ELA LIBERTOU A MULHER DA OPRESSAO DO MARIDO, NE? VAI SABER!

ps: seja feita honra a essa frase dela

" tem homem 'abortando' todo dia, mas ninguém se preocupa com esse crime...
September 9, 2014 at 9:59pm · Like ·"

Annia, voce sabia que ovular é crime?

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
10-06-15, 10:46 #317
Quote:
Postado por Blazed Mostrar Post
Tem uma mulher que formou comigo que é feminista.

Vive postando Jeremias 22.

Tivemos uma audiência ontem, um adv pelo lado da esposa e filho do morto (a mulher viúva e o órfão) e pelo reu (rico) ela.

De um lado o Abe Lincoln e do outro a feminista que diz que os homens não vao calar ela, defendendo um bebado que atropelou o pai de familia rssssssssssssssssssssssssssss

AI COMO EU AMO A INTERNET>

TALVEZ ELA LIBERTOU A MULHER DA OPRESSAO DO MARIDO, NE? VAI SABER!

ps: seja feita honra a essa frase dela

" tem homem 'abortando' todo dia, mas ninguém se preocupa com esse crime...
September 9, 2014 at 9:59pm · Like ·"

Annia, voce sabia que ovular é crime?
Eu acho que vc realmente estava BLAZED quando escreveu isto, porque mau entendi.

Never Ping is offline   Reply With Quote
maurocool
 

PSN ID: maurocool-maurasia Steam ID: maurocool
10-06-15, 10:51 #318
Quote:
Postado por Never Ping Mostrar Post
Eu acho que vc realmente estava BLAZED quando escreveu isto, porque mau entendi.
 


tb não entendi picas

maurocool is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

10-06-15, 11:05 #319
Foi um atropelamento, o cara tava completamente bebado, matou o pedestre em cima da calcada e pá.

Jeremias 22:

Assim diz o Senhor: Administrem a justiça e o direito: livrem o explorado das mãos do opressor. Não oprimam nem maltratem o estrangeiro, o órfão ou a viúva; nem derramem sangue inocente neste lugar.

Ela andou fazendo manobras pra livrar o patrimonio do cara - o que foi notado pelo juízo, não to falando que a conduta de advogada tá errada ou certa, ela faz o que quiser. Mas se diz feminista, em favor dos oprimidos, que nunca advogaria contra o certo, mas sim pela justiça.

Ai vem e faz isso.

De quebra ainda diz que descartar material genético na punheta é crime.

got it now? As vezes eu esqueço que a vida não é o show de truman.

Selo road de redação

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
CyBeR_JaCk
Trooper
 

PSN ID: smuczek Steam ID: cyberjack
10-06-15, 15:18 #320

CyBeR_JaCk is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

10-06-15, 15:33 #321
U SOUND 12 Y.O. AEHUAEUHAEUHAEUHAEHUAEHAUE

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
Hades
Trooper
 

11-06-15, 10:03 #322
feministas sendo feministas..

Hades is offline   Reply With Quote
u0165
Trooper
 

11-06-15, 16:00 #323
Normal. Gente idiota tem em qualquer lugar.

u0165 is offline   Reply With Quote
DeMolay
Trooper
 

XFIRE ID: DemolayDS Steam ID: rodrigofnahas
11-06-15, 16:51 #324
 


Delivering the only known cure for feminism, one dicking at a time.

DeMolay is offline   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

Default Feminismo atualmente

11-06-15, 18:19 #325
Pq one at a time ? Intensivão não vale ?

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
u0165
Trooper
 

11-06-15, 23:27 #326
po cara tá denegrindo o pau do meu marido, ehaiheiuhe

u0165 is offline   Reply With Quote
Something
Trooper
 

12-06-15, 19:34 #327

Something is offline   Reply With Quote
Fura Olho
wat
 

XFIRE ID: EmB_FuraOlho Steam ID: gustavomartino
12-06-15, 19:42 #328
meu primeiro post nesse topico

feminismo: um grupo caoticamente organizado de mulheres feias e/ou com baixa autoestima querendo conseguir na marra o que mulheres bonitas e/ou com boa autoestima conseguem sorrindo

fiquem com deus meus queridos

Fura Olho is offline   Reply With Quote
Bombastic
The Alpha Male
 

13-06-15, 08:55 #329
 

Bombastic is offline   Reply With Quote
CyBeR_JaCk
Trooper
 

PSN ID: smuczek Steam ID: cyberjack
14-06-15, 00:05 #330
Chinese Feminists Fight For Body Hair Freedom

 


Fonte: http://www.nbcnews.com/news/asian-am...reedom-n373096

CyBeR_JaCk is offline   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

14-06-15, 08:56 #331
Queria ver lutar pelo fim da maquiagem, batom, chapinha...

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
u0165
Trooper
 

14-06-15, 18:05 #332
Quote:
Postado por EviLBraiN Mostrar Post
Queria ver lutar pelo fim da maquiagem, batom, chapinha...
as rads lutam. eu acho que isso tudo deve ser liberdade individual.

u0165 is offline   Reply With Quote
u0165
Trooper
 

14-06-15, 18:19 #333
legal aparecer esse conteúdo em portais como o uol. um quiz pra saber se vc é feminista. tentando explicar um pouco o que é.

http://mulher.uol.com.br/comportamen...-feminista.htm

u0165 is offline   Reply With Quote
Hobbes
Trooper
 

14-06-15, 18:22 #334
A luta não tem que ser pelo fim da liberdade, mas pelo começo dela.

Então lutar pelo "fim" da depilação é na verdade lutar pela liberdade de não se depilar.

Mas quem é que não tem essa liberdade!?

O que vai acontecer é que essas mulheres provavelmente não serão tão apreciadas, dado o modelo de beleza vigente.

Mas ninguém precisa gostar de ninguém também. Liberdade, liberdade.

Faça o que quiser e exija menos dos outros.

Hobbes is offline   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

14-06-15, 19:48 #335
Quote:
Postado por Annia Walker Mostrar Post
as rads lutam. eu acho que isso tudo deve ser liberdade individual.
Pois é justamente aí que as rads fodem com todas feministas.


Homem pensa assim:

Mulher se depila se quiser. Usa maquiagem, bla bla bla se quiser.

É claro que existe um certo padrão de beleza. Se a mulher andar com suvaqueira peluda e sem maquiagem a maioria dos homens não vai curtir.

SE elas estão preocupadas em mudar, é pq elas querem aceitação de homens. Elas querem ser livres pra andarem como quiser e mesmo assim ter homem correndo atrás.

Então:

Essas feminazis são iguais a qualquer mulher, tão no jogo por homem mas como não conseguem, querem mudar as regras do jogo.


Não to falando q essa conclusão é a verdade. Mas é a conclusão que muito homem chega ao ler noticias sobre feminazis...

Fazem mais mal do que bem pro "movimento".


E digo mais, se mudarem o padrão de aceitação da sociedade e homem passar a achar legal mulher suvaqueira vai ter mulher fazendo implante de pelo no suvaco pq mulher é um bixo insatisfeito... hehehhe

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
katsumoto222
Trooper
 

18-06-15, 13:34 #336
Doom launched by Bethesda at E3 2015, swiftly criticised for being too violent.

Twitter user Anita Sarkeesian, who runs the Feminist Frequency game criticism site and account, wrote: "This level of extreme violence shouldn't be considered normal. It's not an excuse to say it's expected because DOOM. That's the problem.

It’s really troubling (and depressing) that the #BE3 audience is enthusiastically cheering for bodies being ripped apart."

a plateia era na sua maioria pessoas do sexo masculino, coincidência ein ...

katsumoto222 is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
18-06-15, 14:18 #337
Ela não é obrigada a jogar DooM e nem de gostar dele. Assim como GTA.

Vai lá e joga BF4, que você pode soltar um míssil de um Apache em cima de um soldado e, ao invés do maluco virar uma poca de sangue e 500 pedaços, o corpo dele INTEIRO VOA por 40 metros de altura com 300 metros de distância e cai no chão estatelado SEM SANGUE porque queremos vendê-lo na faixa de 16 anos.

Isto não é femininismo, é censura. E acho que estão misturando uma coisa com a outra.

Never Ping is offline   Reply With Quote
SigSnake
Trooper
 

18-06-15, 14:23 #338
Não, não é feminismo, é falta de terapia!

Toda mulher precisa de terapia senão fica falando besteira

SigSnake is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
18-06-15, 14:31 #339
Quote:
Postado por SigSnake Mostrar Post
Não, não é feminismo, é falta de terapia!

Toda mulher precisa de terapia senão fica falando besteira
Mas aí também é homem também que não sabe diferenciar feminismo de censura.

Never Ping is offline   Reply With Quote
katsumoto222
Trooper
 

18-06-15, 14:36 #340
o problema é: ISSO É O FEMINISMO ATUALMENTE . não é sobre igualdade de gênero,luta pelo voto, violência doméstica etc ... agora é sobre tachar vídeo games e garotas que fazem cosplay de imorais ofensivos e homens apoiam estupro e violência . os 300 mil seguidores dela aprovam essa mensagem

katsumoto222 is offline   Reply With Quote
u3663
Trooper
 

18-06-15, 14:42 #341
Quote:
Postado por Never Ping Mostrar Post
Isto não é femininismo, é censura. E acho que estão misturando uma coisa com a outra.
E é isso que essa dai faz.

Usa do feminismo dela para censurar o que as pessoas gostam ou vivem.

É a cara do feminismo hoje em dia. Não basta equilibrar homens e mulheres. É preciso colocar as mulheres em foco e ponto final.

Se eu não acho japas bonitas eu sou preconceituoso. Aquela velha história.

u3663 is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
18-06-15, 15:28 #342
Quote:
Postado por Saico Mostrar Post
E é isso que essa dai faz.

Usa do feminismo dela para censurar o que as pessoas gostam ou vivem.

É a cara do feminismo hoje em dia. Não basta equilibrar homens e mulheres. É preciso colocar as mulheres em foco e ponto final.

Se eu não acho japas bonitas eu sou preconceituoso. Aquela velha história.
Mas... isso... não é feminismo.

Está explicado ali pelo Baron ali em cima: São as radicais que tornam o movimento totalmente distorcido.

E ela por ser "feminista" não quer dizer que qualquer opinião que ela emita seja por causa do seu "feminismo". Se ela disser que por exemplo prefere comer coxinha do que joelho, isso também não é feminismo. É gosto.

Voces tem que agora aprender diferenciar as Xavier das Magnetas.

Feminismo fica bem mais simples quando vocês enxergarem por esta ótica.

Quote:
E é isso que essa dai faz.

Usa da mutação dela para censurar o que as pessoas gostam ou vivem.

É a cara dos mutantes hoje em dia. Não basta equilibrar humanos dos mutantes. É preciso colocar os mutantes em foco e ponto final.

Se eu não acho japas bonitas eu sou preconceituoso. Aquela velha história.

Never Ping is offline   Reply With Quote
u3663
Trooper
 

18-06-15, 15:33 #343
Altos quotes.

Enfim, eu me considero feminista por querer direitos iguais a todos.

Ela também. E ela acha ruim jogos com dois protagonistas, um de cada sexo. Ela quer MAIS representantes femininas com o perfil que ela quer e MENOS representantes masculinos. Só ver o que ela falou do dishonored 2.

Não tem nada de mutantes ai. Não tem nada de Xavier ou Magneto.

Tem de objetivos específicos, frescura SJW e querer censurar a opinião alheia.

O "Feminismo" que eu acredito luta pelo direito das mulheres aonde NÃO existem direitos. Nigéria, Oriente Médio. Essas mulheres que lutam todos os dias para sobreviver. Não uma frescurada se a personagem usa salto ou não. E não precisa ficar se chamando de feminista. É só querer igualdade para todos, além de sexo credo ou cor.

Isso se chama Humanismo. Feminismo é outra coisa, algo que foi útil no passado e agora serve de esconderijo para as nazis.

u3663 is offline   Reply With Quote
Never Ping
Trooper
 

Gamertag: Willian Braga XFIRE ID: neverping Steam ID: neverping
18-06-15, 15:45 #344
É por isso, Saico, que você deve separar SIM os radicais dos equilibrados.

Never Ping is offline   Reply With Quote
Zedd
Trooper
 

18-06-15, 18:06 #345
Sei lá, hoje em dia é tão fácil não precisar ser nenhum 'ista'

Tipo, é só não ser um neandertal retardado que já é 'feminista' o suficiente

Zedd is offline   Reply With Quote
CyBeR_JaCk
Trooper
 

PSN ID: smuczek Steam ID: cyberjack
22-07-15, 09:38 #346

CyBeR_JaCk is offline   Reply With Quote
u0165
Trooper
 

22-07-15, 14:53 #347
Já que ninguém abre tópico pra ess feminismo (também atualíssimo), vai aqui mesmo:




pra quem não vai querer ver o vid, gostaria que além de tudo pensem se veriam se esse video fosse falando mal das feministas

anyway "tl:dr" do vid:


Quote:
Este é o discurso feminista que TODOS deveriam ouvir
The Huffington Post
Recentemente, a escritora feminista Chimamanda Ngozi Adichie fez um discurso na cerimônia de formatura do Wellesley College, faculdade liberal para mulheres em Massachusetts, Estados Unidos. E todos deveriam ouvi-lo.

A premiada escritora falou sobre feminismo, privilégios dos homens e a coragem de expressar opiniões. Adichie disse que entendeu bem cedo que o mundo não tratava as mulheres como trata os homens. Sabia que “os homens não eram inerentemente maus. Eram simplesmente privilegiados. E sabia que o privilégio cega, porque é da natureza do privilégio cegar”.

Ela disse à plateia de recém-formadas que elas agora também dispunham de um certo privilégio, depois de se formar em uma faculdade de prestígio para mulheres. “Não importa seu passado. Esse diploma e a experiência de estar aqui são um privilégio”, disse. “Não permitam que isso [o privilégio] as cegue demais. Às vezes vocês precisarão empurrá-lo para o outro lado para ver claramente.”

A escritora de 37 anos também deu conselhos de vida para inspirar as mentes e incentivar ações, dizendo: “Faço um apelo para que tentem criar o mundo no qual querem viver... Sirvam o mundo de uma forma que possam mudá-lo. Sirvam de uma maneira real, ativa, prática, coloquem a mão na massa”.

Adichie continuou, listando várias maneiras pelas quais as recém-formadas podem transformar o mundo:

“Escrevam [roteiros de] programas de televisão nos quais a força das mulheres não seja retratada como algo extraordinário, mas normal. Ensinem seus alunos a ver a vulnerabilidade como um traço humano em vez de feminino.”

“Encomendem artigos de revista que ensinem os homens a fazer uma mulher feliz. Porque já existem muitos artigos que dizem às mulheres como fazer um homem feliz.”

“Façam campanhas e se mobilizem a favor da licença-paternidade remunerada em todos os cantos nos Estados Unidos.”

“Empreguem mais mulheres onde existem poucas. Mas lembrem-se que a mulher contratada não precisa ser excepcionalmente boa. Como a maioria dos homens que são contratados, ela apenas precisa ser boa o suficiente."

Adichie lembrou o público que o feminismo realmente serve para todos. “O feminismo deve ser um partido inclusivo. O feminismo deve ser um partido cheio de diferentes feminismos”, disse, acrescentando “por isso, turma de 2015, saiam daqui e façam do feminismo um grande, estridente e inclusivo partido”.

Ela concluiu o discurso com uma observação linda e comovente, dizendo às jovens que a coisa mais importante no mundo é o amor – mas lembrar de dar amor e receber amor é a chave. “Agora as garotas muitas vezes são criadas para ver o amor apenas como doação. As mulheres são apreciadas por seu amor quando aquele amor é um ato de doação. Mas amar é dar e receber”, disse.

“Por favor, amem doando e recebendo. Doem e recebam. Se estiverem apenas doando sem receber, saberão. Saberão a partir daquela pequena e verdadeira voz interna que nós mulheres tantas vezes socializamos ao silêncio.”

Adichie conclui seu discurso dizendo à público: "Não silenciem essa voz. Enfrentem o desafio”.
http://www.brasilpost.com.br/2015/07...n_7811946.html

u0165 is offline   Reply With Quote
Fura Olho
wat
 

XFIRE ID: EmB_FuraOlho Steam ID: gustavomartino
22-07-15, 15:36 #348
Quote:
As I write this, my children are asleep in their room, Loretta Lynn is on the stereo, and my wife is out on a date with a man named Paulo. It’s her second date this week; her fourth this month so far. If it goes like the others, she’ll come home in the middle of the night, crawl into bed beside me, and tell me all about how she and Paulo had sex. I won’t explode with anger or seethe with resentment. I’ll tell her it’s a hot story and I’m glad she had fun. It’s hot because she’s excited, and I’m glad because I’m a feminist.

Before my wife started sleeping with other men, I certainly considered myself a feminist, but I really only understood it in the abstract. When I quit working to stay at home with the kids, I began to understand it on a whole new level. I am an economically dependent househusband coping with the withering drudgery of child-rearing. Now that I understand the reality of that situation, I don’t blame women for demanding more for themselves than the life of the housewife.

Still, as a man, I could, if I wanted to, portray what I’m doing as “work,” and thus claim for myself the prestige men traditionally derive from “work.” Whenever I tell someone I stay home with the kids, they invariably say, “Hardest work in the world.” They say this because the only way to account for a man at home with the kids is to say what he’s doing is hard work. But there’s a subtext in the compliment that makes it backhanded: We both know no one ever says it to a woman. Mothers care; fathers provide care. The difference is crucial. Despite my total withdrawal from the economy and the traditional sources of masculine identity, I can still argue I am a provider. I provide care.

In this way, my masculine self-image was stretched but not broken. Diaper bag notwithstanding, I was still a Man. It wasn’t until my wife mentioned one evening that she’d kissed another man and liked it and wanted to do more than kiss next time that I realized how my status as a Man depended on a single fact: that my wife fucked only me.

***

When people ask how it started, I say this: We married young. She’d had sex before me, but only with a handful of people a handful of times. She never had a boyfriend, never had a lover. I was the first man she ever had the chance to get to know intimately. By her mid-30s, having already had our children and entering her sexual prime, she felt keenly her lack of sexual experience. Happily for me, she was willing to talk about it, willing to ask if I’d be open to exploring other options. We opened a bottle of wine and started talking, and talking, and talking.

She didn’t present it as an issue of feminism to me, but after much soul-searching about why the idea of my wife having sex with other men bothered me I came to a few conclusions: Monogamy meant I controlled her sexual expression, and, not to get all women’s-studies major about it, patriarchal oppression essentially boils down to a man’s fear that a woman with sexual agency is a woman he can’t control. We aren’t afraid of their intellect or their spirit or their ability to bear children. We are afraid that when it comes time for sex, they won’t choose us. This petty fear has led us as a culture to place judgments on the entire spectrum of female sexual expression: If a woman likes sex, she’s a whore and a slut; if she only likes sex with her husband or boyfriend, she’s boring and lame; if she doesn’t like sex at all, she’s frigid and unfeeling. Every option is a trap.

Feminism always comes back to sex, even when we’re talking about everything else. The point isn’t that all women should be sexual adventurers. Celibacy is as valid an expression of sexuality as profligacy. The point is that it should be women who choose, not men — even the men they’re married to. For my wife, the choice between honoring our vows and fulfilling her desires was a false choice, another trap. She knew how deep our love was, and knew that her wanting a variety of sexual experiences as we traveled through life together would not diminish or disrupt that love. It took me about six months — many long, intense conversations, and an ocean of red wine — before I knew it, too.

When my wife told me she wanted to open our marriage and take other lovers, she wasn’t rejecting me, she was embracing herself. When I understood that, I finally became a feminist.
FONTE: http://nymag.com/thecut/2015/07/what...-feminism.html

HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHJHAHJAHAHJAHJAHJHJhjfdsjkldsvjksvdkj

Fura Olho is offline   Reply With Quote
rockafeller
Chief Rocka
 

22-07-15, 15:42 #349
huHUEAHAUEHAEUHAEAUEHAEHUE

rockafeller is offline   Reply With Quote
ircF
Trooper
 

22-07-15, 16:32 #350
porra, vcs leram o resto? Sensacional, eoahhoeao

ircF is offline   Reply With Quote
sibs
Trooper
 

22-07-15, 17:09 #351
euhioehiheoiheiouehe aiai top kek

essa é short and sweet

 

sibs is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

22-07-15, 17:28 #352
e voce ve que o site n é sensacionalista.com

 

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

22-07-15, 19:28 #353
ueheuheuehue pqp !

Annia: uma mulher sendo racional e sensata. Obvio que iria ser awesome !

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
rini
 

23-07-15, 06:04 #354
incrível, né?
normalmente as mulheres são irracionais e histéricas.
ao contrário dos homi.

rini is offline   Reply With Quote
EviLBraiN
Trooper
 

23-07-15, 08:39 #355
Tem uns homem histéricos tb. São um saco...

Tem uns histéricos q não querem entender piada. Outros que ficam gritando: AAAADDDDD !!! AAADDDDD !!!

EviLBraiN is offline   Reply With Quote
ircF
Trooper
 

23-07-15, 08:43 #356
chegou o Rini, esse topico acaba de envelhecer uns 40 anos.

ircF is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
23-07-15, 09:14 #357
apenas leiam e desencanem.

http://postimg.org/image/9gootxqsh/

quando estiver comecando a ficar insuportavel, vao direto pro fim e leia ao contrario, é mais divertido.

estao fazendo um concurso disso no face do aventuras na justica social, promete.

Jeep is offline   Reply With Quote
SigSnake
Trooper
 

23-07-15, 09:16 #358
NEUSA TEE ZEROU A VIDA!


aheushaurhasufhasudsuehsauehsauehsaueshauesa

SigSnake is offline   Reply With Quote
maurocool
 

PSN ID: maurocool-maurasia Steam ID: maurocool
23-07-15, 09:17 #359
jeep, to lendo neste momento. até então, esse post deveria estar no tópico do tdf heaueau

maurocool is offline   Reply With Quote
maurocool
 

PSN ID: maurocool-maurasia Steam ID: maurocool
23-07-15, 09:27 #360
nããããão, isso não pode ser sério heauehauehauehauehauhea

maurocool is offline   Reply With Quote
Sh3lld3r
Trooper
 

Steam ID: sh3lld3r
23-07-15, 18:54 #361
Bora implantar um rank de opressão na DS \o/

Sh3lld3r is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

23-07-15, 19:26 #362
"GENTE, VOCÊS PECAM PELO EXCESSO."

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
Baron
Trooper
 

23-07-15, 19:30 #363
Fiquei sabendo disso aqui hoje, é muito bom. LeiÃO.



O feminismo e a inacreditável história de Luisa/Helena/Heloisa/Luis

Ok, vamos a história da Luisa/Helena/Heloisa/Luis. Com a palavra, Lua Sophie, que escreveu o textão abaixo. É um texto longo, e meio confuso, então vou oferecer uma interpretação resumida no final.

Caso o tamanho do texto te desmotive, eu clamo a você, leia até o final. Em 2015 faz 20 anos que estou usando a internet — porra mano, como eu tô velho! — e esse talvez seja o relato mais hilariantemente inacreditável que eu já li em toda a minha vida de internauta.
Vamos à história.

[SPOILER]
LESBOFOBIA E SILENCIAMENTO DE MULHERES NO EME.

Algumas moças já fizeram relatos ao voltarem do EME ontem a noite, eu cheguei tão exausta psicologicamente que não consegui escrever sobre, mas vamos lá.
O EME deveria ser um espaço acolhedor e seguro para as mulheres que lá estavam presentes, eu imaginei que seria um espaço trans-inclusivo, e foi.

Havia um homem, que vive como homem, que é lido como homem socialmente, e que usava barba até chegar no evento, e que decidiu, após chegar no evento que era mulher-trans e lésbica. Quando eu cheguei ao evento, eu não vi essa pessoa, algumas mulheres me procuraram dizendo “tem um homem aqui! isso é absurdo” até que eu o vi.

Ao chegar lá, ele tirou a barba, e decidiu que o nome dele era Helena, depois parece que ele não gostou do nome e mudou o nome pra Luisa, depois pra Heloisa, e enfim, as amigas dele o chamavam de Luis. Muitas mulheres lésbicas que estavam comigo estavam desconfortáveis com a situação, depois descobrimos que a saia que ele usava era de uma moça do próprio alojamento que havia emprestado, pois fora dali, Luisa/Helena/Heloisa/Luis não usava saia, nem batom, fora dali Luisa/Helena/Heloisa/Luis era um homem branco, classe média, universitário que namorava uma menina, que estava presente no evento, porem até então não sabiamos que esse homem se dizia lésbica, as coisas foram aparecendo conforme o tempo foi passando la dentro.

Muitas mulheres com que eu tive contato lá dentro, expuseram seu desconforto, mas tinham MEDO de falarem qualquer coisa e parecerem preconceituosas, algumas se sentiram culpadas por se sentirem desconfortáveis dentro do banheiro aonde 1.000 mulheres tomavam banho e trocavam de roupa e deveriam se sentir seguras, porque Luisa/Helena/Heloisa/Luis estava lá dentro, tomando banho com elas, trocando de roupa com elas. Mulheres heterossexuais também se sentiram invadidas e expostas, mulheres lésbicas se sentiram coagidas, e ridicularizadas com aquela situação.

Durante o evento eu e algumas feministas radicais discutimos o quão problemático era aquilo.
Eu queria ressaltar, que ao chegarmos no evento, eu e minha noiva estávamos arrumando nossas coisas, e uma moça da organização do EME veio até ela, supondo que ela era trans – o que eu achei absurdo, ela não é obrigada a performar feminilidade, ela é lésbica, ela NÃO é trans- e disse que havia um banheiro EXCLUSIVO para trans, e explicou pra ela como ela faria pra usa-lo. Haviam cerca de 10 pessoas trans no evento, inclusive um “homem-trans” que nasceu como mulher, foi socializado como mulher, e corria risco de ser estuprada tanto quanto as outras mulheres do evento, e essas pessoas usaram o banheiro exclusivo para elas, pessoas aparentemente transicionadas, enquanto Luisa/Helena/Luis o homem que estava com uma saia emprestada de uma das companheiras do evento, e que fez a barba somente ao chegar ao evento, insistia em usar o mesmo banheiro e alojamento que as outras mulheres do evento (por que será né?) enfim.

Ouve um sarau na noite de sabado 2/05/2015 aonde esse homem estava presente, e de repente quando vimos ele estava beijando uma mulher lá dentro, não foi um selinho, não foi um simples beijo, ele estava beijando ela loucamente, aquilo foi desesperador para A MAIORIA DAS MULHERES, mulheres que eu nem conhecia se revoltaram, mulheres que estavam no mesmo alojamento, que trocaram de roupa na frente desse homem, se sentiram invadidas, nós lésbicas, e feministas radicais tentamos intervir de forma pacífica, cantando alto, pra que todas soubessem que aquilo não iria passar em branco, e Luisa/Helena/Heloisa/Luis, RIU da nossa cara, quando isso aconteceu, rolou um conflito, e algumas moças vieram conversar conosco, não quiseram nos ouvir, disseram que ele sofria mais que todas nós, que ele era “lesbica” e que a gente devia parar com o preconteito e transfobia, mulheres lésbicas se desesperaram, choraram, gritaram com toda força que aquilo ali era lesbofobia, que dizer que existe falo-lésbico é cultura de estupro, é discurso que propaga a violência, que estavamos nos sentindo com medo, coagidas, não quiseram ouvir, não quiseram ouvir !!! Afinal, um homem que decidiu se identificar como mulher dentro do evento, sofria mais que todas nós.

Durante esse conflito dentro do Sarau, VARIAS, VARIAS, VARIAS mulheres vieram até nós, lésbicas,feministas radicais, feministas partidárias, feministas anarquistas, feministas que seguem correntes divergentes ao feminismo radical prestar apoio, dizer que tambem não concordavam com aquilo,, e quando vimos eramos cerca de 50 mulheres expondo o medo e o desconforto com esse homem. 50 mulheres mostraram sua indignação com aquilo, a maioria era lésbica, 50 MULHERES FORAM IGNORADAS E SILENCIADAS.
Uma moça foi ameaçada no banheiro, por outra mulher que estava defendendo Luisa/Helena/Heloisa/Luis. Uma mulher negra e lésbica foi chamada de desumana. Mandaram eu, e mais algumas compas lésbicas “irmos tomar no cú”.

Conseguimos nos organizar politicamente, fomos pra fora do sarau, e fizemos uma plenária, expomos o quanto estávamos coagidas ali dentro, expomos que nos sentimos invadidas e decidimos que faríamos uma intervenção no dia seguinte, domingo 03/05/2015. Chamamos a organização do evento, e uma das organizadoras nos disse que teríamos um espaço pra falar, que queria por escrito um texto, pautando o desconforto daquelas mulheres, para que ela pudesse levar pra mesa do EME, e que nós teríamos local de fala.

Nós ficamos a madrugada inteira discutindo, e tendo cuidado em como elaboraríamos esse texto, durante a madrugada algumas meninas foram dormir, eu, Andressa e Fernanda ficamos até as 7 da manhã concluindo os textos, fizemos um texto geral, que englobava todas as mulheres, e fizemos um texto falando sobre a lesbofobia e a cultura de estupro que tava rolando. Nós não dormimos, nós estávamos exaustas, mas não podíamos deixar que aquilo passasse em branco, que mais uma vez lésbicas fossem silenciadas e agredidas num espaço que deveria ser feminista.

De manhã, todas nós nos reunimos de novo, revisamos os textos de forma coletiva, procuramos a organização pra mostrar, conforme o combinado, e mais uma vez prometeram um local de fala para nós.
Depois de toda a organização ler os textos, decidiram que supostamente não teria mais plenária, os ônibus das companheiras envolvidas na nossa auto-organização, decidiram sair mais cedo. Fomos silenciadas, mais uma vez.

50 mulheres que tiveram coragem de expor seu medo, foram silenciadas, sendo a maioria lésbica, eu tenho certeza que haviam mais mulheres desconfortáveis e não tinham coragem de falar. Chegaram relatos até nós de mulheres que não estavam conosco, mas que pediram “pelo amor de deus” pra que não falássemos nada, porque não queriam ser vistas como preconceituosas.

O medo é a arma do patriarcado, UM homem, silenciou 50 mulheres, precisou de UM homem, pra que 50 mulheres, a maioria sendo lésbica se sentisse com medo, e tivesse a necessidade de nos organizarmos num evento para que ele fosse retirado de lá, 50 mulheres unidas, não conseguiram tirar UM HOMEM de um espaço FEMINISTA. UM homem, colocou a vida e a segurança de 1.000 mulheres em risco.


Se você não entendeu, eu explico melhor. Eu não te culpo — eu tive que ler o relato TRÊS VEZES pra conseguir finalmente digerir a figura geral do acontecido.

É o seguinte. Aconteceu em Curitiba no fim de semana passado o 6o Encontro de Mulheres Estudantes, daqui em diante referido como EME. Aqui há um texto bastante completo sobre o que rolou no evento — os Grupos de Discussão, as exibições de artes, o sarau, etc. Tive que googlear o que diabo é um sarau porque o tempo inteiro eu li o texto interpretando o verbete erroneamente como “CURAU” e fiquei me perguntando o que uma comida feita de carne salgada com farinha de mandioca teria a ver com feminismo.
Minha análise rápida de um evento com esse escopo — acho completamente democrático e válido um grupo (qualquer grupo) se reunir pacificamente para debater assuntos que julguem relevantes para suas causas ideológicas.

Entretanto, ao ver o tipo de pauta que essa galera debate, não é a toa que cultivem um sentimento revanchista contra seus aparentes opressores:

 


Não é a toa que essa gente vê opressão em TUDO — seu movimento existe numa câmara de eco onde a única narrativa é “somos vítimas. De tudo. De todos. Sempre”. Como você pode sair de lá SEM trajar, digamos, uma camiseta que diz “ODEIE TODOS OS HOMENS”?

 

O movimento condiciona os membros a dar uma das duas (às vezes ambas) justificativas pra esse tipo de incitação de ódio: 1) “É só ironia”, e/ou 2) “Mas mulheres são mais oprimidas, pare de reclamar!”

Você acha que se uma garota se levanta num desses grupos de “discussão” (o termo está sendo usado aqui de forma flexível) e diz “olha eu ouvi uma música no rádio outro dia e se você reorganizar as letras da canção, dá pra montar a frase ‘abaixo as mulheres’, precisamos lutar contra a misoginia na indústria musical!”, alguém dirá “pera companheira, talvez você esteja vendo pelo em ovo?”

Porra nenhuma. Nenhuma acusação é fantasiosa demais se o alvo é o bicho papão do Patriarcado. O movimento se alimenta da indignação perante qualquer coisa que se interprete como machismo; se um exagero interpretativo aqui ou ali “conscientiza” sobre o “problema maior” da sistemática opressão das mulheres, e daí se ocorre uma forçada de barra aqui ou ali…? Meios para um fim.

Afinal de contas, um grupo pregando ideologia superior mesclada com retórica de ódio histérico NUNCA causou problemas na história da humanidade.

Voltando ao assunto. Curiosamente, o artigo falando sobre o evento faz aparentemente uma breve menção ao incidente reportado pela Lua — embora tenha tomado uma postura contrária a da autora do post do Facebook:

 


PORRA IZZY PARA DE ENROLAR O QUE ACONTECEU NESSE EVENTO?!?!?!?!

Foi o seguinte. Um sujeito que nasceu com cromossomos Y compareceu ao tal EME. Não é como eu gostaria de passar meu fim de semana, mas não estou aqui para julgar os hobbies de ninguém.
Algumas das ativistas se incomodaram com a invasão masculina no ambiente, mas ele tinha uma boa justificativa — ele é na verdade ELA. Nascido Luis, hoje ele se apresenta como “Luisa”, ou “Helena”, ou “Heloisa”. A autora do post diz que o rapaz oscilava entre as alcunhas, mas aparentemente já se decidiu “Luisa” mesmo.

 


É estranho que alguém que participe dum movimento que celebre a pluraridades de expressões de gênero, que declare que tal coisa “é simplesmente construção social, sexo é fluido!” se reduza instantaneamente a um discurso Bolsonarístico de “ELE DECIDIU QUE É MULHER, ASSIM DO NADA, E A GENTE TEM QUE ACEITAR ESSA PALHAÇADA!” quando o beneficiado pelo argumento não é conveniente.
A autora do textão continua insistindo que “mas ele é homem, barbado, se veste como homem, não usa batom, gosta de mulheres, É HOMEM!!!” — ou seja, validando papéis de gênero e orientação sexual que seu movimento alega ter como alvo derrubar.

Ontem a indústria cosmética e de moda impunham valores de beleza impossíveis de obter. Hoje? Batom é pre-requisito para ser mulher.
Deixar o suvaco peludo é se manifestar contra a ditadura da beleza feminina, é abraçar a forma feminina em todo o seu esplendor… mas pelo no ROSTO?!?!?!?!?!? PERAÊ PORRA ISSO É COISA DE HOMEM.

Atenção mulheres com buço, que gostam de mulheres, que se vestem “como homens” e que não usam batom: vocês são homens. Assinado: Lua Sophie, feminista.

Manja essa reclamação de “ele tava vestido como homem e pegou uma saia emprestada de alguém no evento!”? Além de reforçar a idéia nada feminista de que “tem roupa pra mulher e roupa pra homem, ora mais!”, esse argumento revela que não passou pela cabeça da Lua que o rapaz é DE FATO uma trans, que pela primeira vez se viu acolhido num meio que a entende e aceita. A possibilidade de que Luísa se viu finalmente na liberdade de se vestir da forma que quer não foi considerada nem por um segundo.
Em vez disso, Lua e as companheiras de luta que deram like em seu relato imediatamente decidiram que isso é “cara de pau” do rapaz, é uma escolha dele. É o tipo de coisa que, digamos, o Feliciano ou Malafaia diriam espumando pela boca.

A cereja no topo deste bolo de ironia vem na forma de um “muitas mulheres com que eu tive contato lá dentro, expuseram seu desconforto, mas tinham MEDO de falarem qualquer coisa e parecerem preconceituosas“, que nada mais é que uma forma velada de criticar o “ambiente politicamente correto de hoje em dia” que impede alguém de manifestar uma crítica.
Reclamar que “olha que absurdo, não podemos nem falar mais nada e vão nos acusar de homo/trans/mulherfobia” chega a ser inacreditável vindo de uma feminista. Literalmente inacreditável.

Foi nessa parte do texto que eu achei estar lendo uma obra de sátira como o Zambininha, um blog que ironiza esse tipo de militância. Parei de ler nessa parte e desci pros comentários pra ver se alguém revelava a pegadinha.
Nope. Era autêntico. Uma feminista reclamou que o “politicamente correto” está a obrigando a aceitar a orientação de gênero alheia sem reclamar.
A ouroboros começou a comer o próprio rabo. Ativistas do politicamente correto estão oficialmente reclamando que não podem mais reclamar das coisas porque serão tachadas de preconceituosas.
Como se a coisa não pudesse ficar ainda MAIS maluca, a suposta garota trans (eu REALMENTE não sei se a menina é autenticamente trans, ou um troll de nível nunca antes visto pela internet brasileira; seu Facebook parece indicar a primeira opção) tomou banho com as outras participantes do evento nos chuveiros comunitários e PEGOU MULHER DENTRO DO EVENTO.

Vou repetir.

Um rapaz, que aparentemente se apresenta socialmente como homem, mas alegando ser uma mulher trans, e lésbica, tomou banho num chuveiro coletivo cheio de mulheres. E algumas viram problemas com isso, mas não puderam falar nada porque se afiliam a um movimento que tem como cartilha a aceitação de qualquer orientação sexual/de gênero — sobrando a elas apenas se lamentar com “esse politicamente correto de hoje em dia”.
E achando não ter feito o bastante, x meninx em questão PEGOU UMA DAS PARTICIPANTES DO EVENTO.

Ah, e esqueci de um detalhe: como raça é também apenas um “construto social”, diz o movimento, o rapaz (claramente caucasiano) se declarou negra. Ou seja, Luisa é mulher, trans, negra, lésbica — no self service da opressão ela encheu o prato.

Só posso cogitar que elx parou antes de se identificar também como judia, índia pataxó e cadeirante porque AÍ ficaria meio exagerado.

Aparentemente o cara descobriu o KONAMI CODE pra desmontar esse tipo de ativismo — identifique-se como mulher trans negra lésbica. Pronto. O dogma dessa turma considera qualquer crítica a grupos oprimidos como anátema, e mulher trans negra lésbica acerta todos os pontos no Super Trunfo da Opressão. Um verdadeiro Exódia do Vitimismo; carte blanche pra fazer qualquer coisa. Tudo que você fale está automaticamente certo, e qualquer um que se oponha a você está automaticamente errado.

Graças a essa mentalidade, um cara foi num evento feminista, tomou banho em chuveiro comunitário com as meninas, e ainda pegou uma das participante.

E pior, o movimento tá dividido por causa dele. A indagação da militância é “validamos a identidade da pessoa, assim mantendo nosso discurso coerente, ou expomos um farsante usando nossa própria cartilha pra minar nossa luta?” Vi inúmeros textões defendendo ambos os pontos. Tal qual Gavrilo Princip dando o tiro que iniciou a Primeira Guerra, Luisa pode ter deflagrado um disparo que vai repercutir e forma irreversível no movimento.
Em outras palavras: tenho a impressão que ele não será o último a usar esse cheat code pra tomar banho com um monte de mulher.

Sabe, eu posso estar 100% errado sobre o feminismo. Sou mesmo um homem branco, privilegiado, cisgênero, hétero, e é capaz de que TODAS as reivindicações das feministas estejam moralmente corretas e que eu critico e discuto porque sou um pouquinho reacionário mesmo, por culpa dos meus privilégios.

MESMO CONSIDERANDO ESSA POSSIBILIDADE, a Irônica Epopéia de Luisa me faz rir pra caralho. É inacreditavelmente surreal ver alguém usar um Game Shark social dessa forma. Foi um golpe de judô ideológico nunca antes visto na minha VIDA.

A propósito: supostamente o cara teria dado num post do FB argumentos relativizando a exploração sexual de menores no funk, a la MC Melody, que não é o tipo de coisa que se faça ou se defenda. Não vão inventar de glorificar o cara, ein?

Fonte: http://hbdia.com/todo-dia-tem-um-tex...naheloisaluis/

Baron is offline   Reply With Quote
taco
Trooper
 

23-07-15, 19:31 #364
Pelo amor da deusa, isso ai já passou do limite faz tempo.

taco is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
23-07-15, 21:10 #365
esse merece fazer parte do top 3


basicamente um cara que foi homem a vida inteira, lutador, bombadinho e tal, resolve virar mulher, de quebra vai lutar no ufc contra mulheres e oh, que surpresa, esta moendo as adversarias.

http://www.cagepotato.com/after-bein...ust-isnt-fair/

Quote:
when she TKO’d Tamikka Brents in the first round at a Capital City Cage Wars event in Springfield, Illinois. Brents reportedly suffered a concussion and a broken orbital bone during the two-minute beatdown, and required seven staples in her head.
Imagine a mina treinando pra cacete a vida inteira, pra passar por uma situacao dessas:

Quote:
“I’ve fought a lot of women and have never felt the strength that I felt in a fight as I did that night. I can’t answer whether it’s because she was born a man or not because I’m not a doctor. I can only say, I’ve never felt so overpowered ever in my life and I am an abnormally strong female in my own right,” she stated. “Her grip was different, I could usually move around in the clinch against other females but couldn’t move at all in Fox’s clinch…

“I still disagree with Fox fighting,” Brents stated. “Any other job or career I say have a go at it, but when it comes to a combat sport I think it just isn’t fair. At least not until we have more scientific proof that it is or isn’t fair. More research is needed for sure. Like I said, I am not a doctor, I can only say my opinion and I don’t believe that she should be allowed to fight other women. If it were strictly BJJ or wrestling or something like that sure, but MMA is a completely different sport.”
mas o cara em tese cortou o bilau e diz que é mulher, quem vai discutir sem levar o selo "homofobico" na testa?

Jeep is offline   Reply With Quote
sibs
Trooper
 

23-07-15, 22:55 #366
Quote:
Postado por rini Mostrar Post
incrível, né?
normalmente as mulheres são irracionais e histéricas.
ao contrário dos homi.
Actually rini my brother, se você for generalizar mulher é sim menos racional do que homem, mulher acredita em astrologia/homeopatia e outros non-sense em uma proporção muito maior do que homem (2x mais ou algo do tipo).

Se você for generalizar tambem, homem é muito mais violento que mulher!

Só coloquei a ultima pra galera ultra-progressiva não reclamar.

Um dos inumeros problemas do feminismo em 2015 é não entender que biologia faz diferença, você não pode pegar estastisticas no vacuo que demonstram diferença entre os sexos e falar "HURDURR SEXISM".

sibs is offline   Reply With Quote
Hobbes
Trooper
 

23-07-15, 23:11 #367
Quote:
Postado por Jeep Mostrar Post
mas o cara em tese cortou o bilau e diz que é mulher, quem vai discutir sem levar o selo "homofobico" na testa?
Jeep, acho que você é homofóbico só por ter colocado essa questão.

Afinal de contas, elxs tem direito à felicidade, à possibilidade de realização pessoal.

Isso que é o esporte. O fato da luta ser injusta porque elx cresceu homem, o fato de que vai moer a cara das outras cis não tem importância diante de tamanha liberação.

[SPOILER]

Hobbes is offline   Reply With Quote
Blazed
Trooper
 

24-07-15, 00:21 #368
 


mata os omi

Blazed esta conectado agora   Reply With Quote
SigSnake
Trooper
 

24-07-15, 08:28 #369
Genios!


Quote:
JUDITH: I do feel, Reg, that any Anti-Imperialist group like ours must reflect such a divergence of interests within its power-base.

REG: Agreed. Francis?

FRANCIS: Yeah. I think Judith's point of view is very valid, Reg, provided the Movement never forgets that it is the inalienable right of every man--

STAN: Or woman.

FRANCIS: Or woman... to rid himself--

STAN: Or herself.

FRANCIS: Or herself.

REG: Agreed.

FRANCIS: Thank you, brother.

STAN: Or sister.

FRANCIS: Or sister. Where was I?

REG: I think you'd finished.

FRANCIS: Oh. Right.

REG: Furthermore, it is the birthright of every man--

STAN: Or woman.

REG: Why don't you shut up about women, Stan. You're putting us off.

STAN: Women have a perfect right to play a part in our movement, Reg.

FRANCIS: Why are you always on about women, Stan?

STAN: I want to be one.

REG: What?

STAN: I want to be a woman. From now on, I want you all to call me 'Loretta'.

REG: What?!

LORETTA: It's my right as a man.

JUDITH: Well, why do you want to be Loretta, Stan?

LORETTA: I want to have babies.

REG: You want to have babies?!

LORETTA: It's every man's right to have babies if he wants them.

REG: But... you can't have babies.

LORETTA: Don't you oppress me.

REG: I'm not oppressing you, Stan. You haven't got a womb! -- Where's the fetus going to gestate?! You going to keep it in a box?!

LORETTA: [crying]

JUDITH: Here! I-- I've got an idea. Suppose you agree that he can't actually have babies, not having a womb, which is nobody's fault, not even the Romans', but that he can have the right to have babies.

FRANCIS: Good idea, Judith. We shall fight the oppressors for your right to have babies, brother. Sister. Sorry.

REG: What's the point?

FRANCIS: What?

REG: What's the point of fighting for his right to have babies when he can't have babies?!

FRANCIS: It is symbolic of our struggle against oppression.

REG: Symbolic of his struggle against reality.

SigSnake is offline   Reply With Quote
Jeep
fagmin
 

XFIRE ID: ds-jeep Steam ID: jeep_ds
24-07-15, 08:49 #370
So pela qualidade da imagem da pra ver que o delirio é motivo de piada faz tempo. Mas o que esperar de um pessoal que usa um simbolo falico obvio como uma serpente no nome? duh!

Quote:
Postado por Hobbes Mostrar Post
Isso que é o esporte. O fato da luta ser injusta porque elx cresceu homem, o fato de que vai moer a cara das outras cis não tem importância diante de tamanha liberação.
meu sonho seria um cara meigo, estilo The Rock, aparecendo no ringue na hora da luta de sainha, batom bem tosco e uma peruca de trancinhas e simplesmente colocasse essa criatura singela no devido lugar.

No mais eu nao sou homofobico, eu sou opressor, mais amplo e pior ainda.

voltando a opressao...

 

Jeep is offline   Reply With Quote
u3663
Trooper
 

24-07-15, 09:04 #371
Quote:
Postado por Jeep Mostrar Post
meu sonho seria um cara meigo, estilo The Rock, aparecendo no ringue na hora da luta de sainha, batom bem tosco e uma peruca de trancinhas e simplesmente colocasse essa criatura singela no devido lugar.
Ladybeard é nosso pastor e nada nos faltará.

 

u3663 is offline   Reply With Quote
rockafeller
Chief Rocka
 

24-07-15, 09:05 #372
Quote:
Postado por Jeep Mostrar Post
esse merece fazer parte do top 3

https://www.youtube.com/watch?v=9Iix4EXjVpA

basicamente um cara que foi homem a vida inteira, lutador, bombadinho e tal, resolve virar mulher, de quebra vai lutar no ufc contra mulheres e oh, que surpresa, esta moendo as adversarias.

http://www.cagepotato.com/after-bein...ust-isnt-fair/



Imagine a mina treinando pra cacete a vida inteira, pra passar por uma situacao dessas:



mas o cara em tese cortou o bilau e diz que é mulher, quem vai discutir sem levar o selo "homofobico" na testa?

huheuheuehueheuheuehueue
"more research needed"

q research oq porra
se o cara é um homem musculoso e forte pra kct, se ele cortar o pinto fora ele vai ser um homem musculoso e forte pra kct sem pinto.

rockafeller is offline   Reply With Quote
Hades
Trooper
 

24-07-15, 09:21 #373
"treinando pra cacete…"

eu ri.

Hades is offline   Reply With Quote
SigSnake
Trooper
 

24-07-15, 09:23 #374
Quote:
Postado por Jeep Mostrar Post
So pela qualidade da imagem da pra ver que o delirio é motivo de piada faz tempo. Mas o que esperar de um pessoal que usa um simbolo falico obvio como uma serpente no nome? duh!
O pior que imagino que foi mais ou menos do jeito montypythoniano que se deu a formulação do texto durante a madrugada do EME

hasuehusehea

Quote:
Postado por rockafeller Mostrar Post
huheuheuehueheuheuehueue
"more research needed"

q research oq porra
se o cara é um homem musculoso e forte pra kct, se ele cortar o pinto fora ele vai ser um homem musculoso e forte pra kct sem pinto.
OPRESSOR CIS OMI BRANCO RENTISTA NEOLIBERAL

SigSnake is offline   Reply With Quote
ircF
Trooper
 

24-07-15, 10:34 #375
Quote:
Postado por Baron Mostrar Post
Fiquei sabendo disso aqui hoje, é muito bom. LeiÃO.



O feminismo e a inacreditável história de Luisa/Helena/Heloisa/Luis

Fonte: http://hbdia.com/todo-dia-tem-um-tex...naheloisaluis/
HEAOHEHOEHOOHEHOHOEHO

o cara ainda PEGOU uma mina, pqp

rei.


Last edited by Jeep; 24-07-15 at 11:02..
ircF is offline   Reply With Quote
Responder

Thread Tools

Regras de postagem
Você não pode criar novos tópicos
Você não pode postar
Você não pode enviar anexos
Você não pode editar seus posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Atalho para Fóruns



O formato de hora é GMT -2. horário: 10:56.


Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.
User Alert System provided by Advanced User Tagging (Lite) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.